domingo, 20 de novembro de 2011

"Década de 2010" (Esportes: Jogos Pan-Americanos)




























Jogos Pan-Americanos 2011

Os XVI Jogos Pan-Americanos de 2011, foram um evento multiesportivo realizado em Guadalajara, no México, entre os dias 14 e 30 de outubro. Guadalajara foi escolhida para sediar o evento por unanimidade nuna eleição realizada em 2006. Seguindo a tradição da Organização Desportiva Pan-Americana (ODEPA), o governador de Jalisco, Emilio González Márquez, e o então prefeito de Guadalajara, Alfonso Peterson Farah, receberam a bandeira pan-americana durante a cerimônia de encerramento dos Jogos Pan-Americanos de 2007, no Rio de Janeiro. 6.000 atletas de 41 nações em 36 esporte participaram deste evento. O tamanho da delegação brasileira, chefiada por Bernard Rajzman, estimado pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) é de 800 pessoas, sendo 522 atletas. Dentre outros, foram medalhistas: O nadador Thiago Pereira, que conquistou o primeiro Ouro do Brasil, em Guadalajara, nos 400m medley, do dia 15/10. Thiago Pereira faturou seis ouros. No Tênis de Mesa, o Brasil venceu a Argentina e conquistou a medalha de Ouro na modalidade masculino por equipes. Na prova dos 100m livres, Lima subiu ao pódio com o prata ao lado de Felipe França, que levou o Ouro, garantindo dois brasileiros no pódio, na noite do domingo(16). No revezamento 4x100m livres, Nicolas Oliveira, Bruno Fratus, Cesar Cielo e Nicholas Oliveira conquistaram o Ouro para o Brasil. O astro da natação Cesar Cielo conquistou o bicampeonato dos Jogos Pan-Americanos dos 100m livre. A ginástica rítmica conquistou medalha de Ouro por equipe e se tornou tetracampeã em Pans. O Ginasta, Diogo Hypólito conquistou seu bicampeonato da prova de salto e deixou Guadalajara com 3 medalhas de Ouro, no salto, por equipe e no solo. No domingo, dia 30 de outubro, chegou o fim os Jogos Pan-Americanos de Guadalajara 2011, a classificação dos países no quadro de medalhas ficou assim: 1º Lugar, Estados Unidos com 92 Medalhas de Ouro, 79 de Prata e 65 de Bronze; Em 2º lugar, Cuba, com 58 Medalhas de Ouro, 35 de Prata e 43 de Bronze e no 3º Lugar o Brasil, com 48 Medalhas de Ouro, 35 de Prata e 58 de Bronze.

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

"Década de 2010" (Música - Zezé Di Camargo & Luciano)

Zezé Di Camargo & Luciano


É o Amor

Em 2011, Zezé Di Camargo & Luciano comemoram 20 anos de sucesso, e para marcar essa data a dupla gravou o quarto DVD no dia 13 de setembro em São Paulo-SP, além de lançarem no segundo semestre uma coletânea com os hits que marcaram essas duas décadas de sucesso. Zezé Di Camargo & Luciano é uma dupla sertaneja brasileira formada pelos irmãos Mirosmar José de camargo (cujo nome artístico é Zezé Di Camargo) e Welson David de Camargo (conhecido como Luciano), naturais de Capela do Rio do Peixe, distrito de pirenópolis, no estado de Goiás. Em 1991, lançaram o primeiro LP, com o sucesso "É o Amor", composta por Zezé, que depois chegou a ser gravada por Maria Bethânia. Desde então lançaram 21 álbuns, que venderam mais de 35 milhões de cópias. Seu disco mais vendido foi lançado em 1998 e alcançou a marca de 1,9 milhões de cópias. Eles também têm o recorde de 80 canções entre as 10 mais tocadas, sendo que 38 delas chegaram ao primeiro lugar. A dupla sertaneja também é conhecida por ser a primeira a chegar a marca de 1 milhão de cópias em um disco de estreia. Em 2005 a história da vida e da carreira da dupla foi contada no filme "2 Filhos de Francisco". O longa foi assinado pelo diretor Breno Silveira. O ator Marcio Kieling (interpretou Zezé) e o ator Thiago Mendonça (Luciano). O Filme quebrou recordes de bilheteria no Brasil, sendo assistido por mais de 5,3 milhões de pessoas. Na noite de quinta-feira,dia 27 de outubro de 2011, no início do show no Teatro Guaíba, em Curitiba, a dupla expôs ao público, um desentendimento nos camarins, quando Zezé Di Camargo subiu sozinho ao palco, iniciou o show e fez um desabafo. Poucos minutos depois Luciano também subiu ao palco e disse que cumpriria seus compromissos com a dupla até o fim do ano e após este período, a dupla sertaneja seria desfeita. Informação desmentida posteriormente pela assessoria e esclarecida pelos próprios (como sendo uma briga entre irmãos) em vários programas de TV. Zezé Di Camargo & Luciano, uma das duplas mais queridas e de sucessos do Brasil continuará a fazer sucesso e emocionar seus fãs em seus shows.

sábado, 15 de outubro de 2011

"Década de 2010" (Personalidades - Steven Paul Jobs)















Seven Paul Jobs

Steven Paul Jobs (São Francisco, Califórnia, 24 de fevereiro de 1955 - Palo Alto, Califórnia , 5 de outubro de 2011) filho de Joanne Simpson e do imigrante sírio Abdulfattah John Jandali. Os seus pais biológicos deram-no para adoção, pois não lhe podiam proporcionar condições para que Steve se formasse na universidade. Foi adotado por Paul e Clara Hagopian Jobs, que lhe deram o nome de Steven Paul. Quando completou 17 anos, entrou na Universidade Reed College em Portland, Oregon e, depois de 6 meses, se vê obrigado a abandonar a universidade, devido aos seus elevados custos. Steven Jobs foi um inventor, empresário e maganata americano do setor da informática. Steven Jobs fundou a Apple Computer com o seu amigo e colaborador Steven Wozniak em 1976. Em 1984, Jobs apresentou o mais recente computador da Apple, o Macintosh, lançando a linha Mac, que se tornaria sinônimo com o nome da empresa. O Macintsh foi um sucesso, tornando-se o primeiro computador pessoal popular com uma interface gráfica, algo que mais tarde viria a definir o mercado de computadores. Deixando a Apple por problemas pessoais, Jobs iniciou uma nova empresa, a NeXT Computer, e também se tornou CEO da nova empresa de animação Pixar. A Pixar ficou famosa por uma nova linguagem de animação 3D para desenhos animados. No dia 24 de janeiro de 2006 a Walt Disney Company adquiriu a Pixar por 7,4 bolhões de dólares. A Disney/Pixar é atualmente o maior estúdio de filmes animados do mundo. Jobs retornou à Apple em 1996 depois que a empresa comprou a NeXT. Ele revolucionou a tecnologia eletrônica com a criação, primeiro do iMac, depois o iPod, com grande sucesso em 2001. Na sequência do iPod, a Apple introduziu o iPhone em 2007 e depois o tablet iPad, em 2010. O iPod conquistou o público por sua leveza, praticidade, modernidade e simplicidade. Apartir de 2007 a Apple passou a comercializar telefones celulares, chamados iPhone, com tecnologia de toque (batizado de multi-touch por aceitar toques simultâneos); em 2008 lançou a versão de tecnologia 3G do aparelho, iphone 3G; em julho de 2009 lançou o iPhone 3gs (Speed), com comando de voz e muito mais rápido que os modelos anteriores. Em 24 de agosto de 2011, Jobs renunciou à presidência da Apple. Ele esperava permanecer como presidente da mesa diretora da empresa, recomendando em sua carta de demissão que Tim Cook fosse nomeado seu sucessor. Steven Jobs morreu em 5 de outubro de 2011 em decorrência de um câncer pancreático, contra o qual lutava desde 2004.

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

"Década de 2010" (Música - Rock in Rio 4)










Rock in Rio 4

Elton John

Rock in Rio é um festival de música originário do Brasil, idealizado pelo empresário Roberto Medina e realizado pela primeira vez em 1985. Originalmente organizado no Rio de Janeiro, de onde vem o nome, tornou-se um evento de repercussão mundial e, em 2004, teve a sua primeira edição fora do país em Lisboa-Portugal. Ao longo da sua história, o Rock in Rio teve nove edições, três no Brasil, quatro em Portugal e duas na Espanha. Em 2008, foi realizado pela primeira vez em dois lugares diferentes, Lisboa e Madrid. Em 2012 o Rock in Rio voltará à Península Ibérica para mais uma edição do Rock in Rio Lisboa e do Rock in Rio Madrid. Mais duas edições do Rock in Rio no Brasil já foram confirmadas: 2013 e 2015. Na quarta edição do Rock in Rio no Brasil, foram 160 atrações musicais e 700 mil pessoas em 7 dias. Além da Cidade Cenográfica, Palco Mundo (Palco Principal), Palco Sunset (Encontros Musicais), Tenda Eletrônica, RockStreet e Parques de Diversões, destacou-se a "Tirolesa", como um dos brinquedos que mais teve procura na Cidade do Rock nos sete dias de Rock in Rio. A brincadeira partia da altura de 24 metros e o trajeto de 200 metros de extensão, diante do Palco Mundo, era feito em brevíssimos 35 segundos. Houve de apresentações memoráveis (Stevie Wonder, Elton John, Coldplay), a exageros performáticos (Slipknot, Katy Perry, Ke$ha), de personagens inesperados e imagens de encher os olhos. Dois estilos de visual completamente diferentes, encheram de graça o Palco Mundo, de um lado, a inglesa Joss Stone, Brejeira e descompromissada, encantadora por sua doçura no olhar e por sua simpatia. Do outro, a sensualidade e gingado latino de Shakira. As duas fizeram bem não só para os ouvidos da plateia. Metallica - quando subiu ao Palco Mundo, não sabia que estava prestes a bater um redorde, o de transmissão mais visitada no Youtube na história. Os sucessos de Stevie Wonder já seriam o bastante para fechar bem o dia 29, mas a sua apresentação teve ainda a presença da cantora Janelle Monáe. Nenhuma apresentação foi tão marcada por um hit como a do Coldplay, que fechou o penúltimo dia de Rock in Rio. Nomes consagrados de bandas e cantores brasileiros também abrilhantaram os sete dias do Rock in Rio, como exemplos: Paralamas do Sucesso, Titãs, Maria Gadu, Orquestra Sinfônica Brasileira, Capital Inicial, Milton Nascimento, jota Quest, Ivete Sangalo, Skank, Frejat, Claudia Leite, Cidade Negra e Zeca Baleiro, entre outros. O último dia do Rock in Rio teve uma das programações com mais peso no Palco Mundo, por conta das presenças de System of a Down, Guns N'Roses e Evanescence. Ainda pra fechar a noite, teve a graça da musa roqueira Pitty.

terça-feira, 11 de outubro de 2011

"Década de 2010" (Personalidades - Cláudia Raia)























Cláudia Raia

Maria Cláudia Motta Raia (Campinas, 23 de dezembro de 1966) é uma atriz, dançarina e cantora brasileira. Seu primeiro trabalho profissional foi aos 10 anos de idade, como manequim do costureiro Clodovil Hernandes. Aos 11 anos fez um tratamento para controlar o excesso de crescimento; aos 13 anos de idade já estava com 1,70 metro de altura, e isto a fazia se considerar "desengonçada". No início de carreira de bailarina dançou profissionalmente nos Estados Unidos e na Argentina. Aos 13 anos, ganhou uma bolsa para estudar balé em Nova York e ficou lá por 4 anos. Estreou na televisão brasileira como a personagem Carola, contracenando com o ator Jô Soares no quadro "Vamos Malhar" do programa "Viva o Gordo", na Rede Globo. Em 1987, fez a feirante "Tancinha" da novela Sassaricando e depois em 1988, surpreendeu como a presidiária "Seu Tonhão", no quadro "As Presidiárias", no programa TV Pirata. O enorme sucesso das personagens lhe garantiu o reconhecimento como atriz. Em 1984 começou a namorar o humorista Jô Soares. O romance durou 2 anos. Casou com o ator e modelo Alexandre Frota em dezembro de 1986 e com ele permaneceu até 1989. Foi casada durante 17 anos com o também ator Edson Celulari e tiveram dois filhos: Enzo e sofia. Os dois anunciaram a separação no dia 26 de julho de 2010, de forma amigável. Protagonizou o programa, "Não Fuja da Raia", idealizado a partir de uma peça de teatro por Silvio de Abreu e Jorge Fernando exibido na faixa de programação da Rede Globo, Terça Nobre durante o ano de 1996. Nesse programa, Claudia Raia, interpretava, cantava e dançava, além de receber convidados como, Elba Ramalho, Fausto Silva, ana Botafogo, entre outros. Recebeu diversos Prêmios pelas suas atuações: 1985-Prêmio APCA, Revelação Feminina por Roque Santeiro. 1986-Troféu Imprensa, Revelação do Ano (Ninon) Roque Santeiro. 2005-Prêmio Contigo, Melhor Atriz Coadjuvante por Belíssima. 2005-Prêmio Qualidade Brasil, Melhor Atriz Coadjuvante por Belíssima. Eleita pela Contigo, Melho Atriz coadjuvante por Os Normais 2 - A Noite Mais Maluca de Todas. 2011-Melhores do Ano, Melhor Atriz por TiTiTi. 2011-Prêmio Contigo, Melhor Atriz por TiTiTi.

domingo, 9 de outubro de 2011

"Década de 2010" (Política - Revolução no Egito)

















Revolução no Egito

A Revolução no Egito em 2011, também conhecida como "Dias de Fúria", "Revolução de Lótus" e "Revolução do Nilo", foi uma série de manifestações de rua, protestos e atos de desobediência civil que ocorreram no Egito de 25 de janeiro até 11 de fevereiro de 2011. Os organizadores das manifestações contaram com a recente revolta da Tunísia para inspirar as multidões egípcias a se mobilizar, assim como ocorreu em grande parte do mundo árabe. Os principais motivos para o início das manifestações e tumultos foram a violência policial, leis de estado de exceção, o desemprego, o desejo de aumentar o salário mínimo, falta de moradia, inflação, corrupção, falta de liberdade de expressão, más condições de vida e fatores demográficos estruturais. O principal objetivo dos protestos era derrubar o regime do presidente Hosni Murabak, que está no poder há quase 30 anos. Enquanto protestos localizados já eram comuns em anos anteriores, grandes protestos e revoltas eclodiram por todo o país a partir do dia 25 de janeiro, que ficou conhecido como o "Dia da Ira", a data estabelecida por grupos de oposição do Egito e outros, para uma grande mainifestação popular. Os protestos de 2011 foram chamados de "sem precedentes" para o Egito e "a maior exposição de insatisfação popular na memória recente" no país, sendo que o Cairo foi descrito como "uma zona de guerra" por um correspondente local do jornal The Guardian. Pela primeira vez, os egípcios de todas as esferas sociais se juntaram aos protestos. Murabak dissolveu seu governo e nomeou o militar e ex-chefe da Direção Geral de Inteligência Egípcia, Omar Suleiman, como vice-presidente, na tentativa de sufocar a dissidência. Muitos estrangeiros procuraram sair do país, enquanto os egípcios realizaram manifestações ainda maiores. O objetivo principal dos protestos, enfim, foi atingido no dia 11 de fevereiro de 2011, quando o vide-presidente egípcio Omar Suleiman anunciou, pela emissora estatal de televisão, a renúncia do presidente Hosni Murabak, o que causou a comemoração da população na Praça Tahrir, no centro do Cairo, e em várias outras cidades do Egito.

sábado, 8 de outubro de 2011

"Década de 2010" (Personalidades - Silvio Santos)




Silvio Santos

Senor Abravanel (Rio de Janeiro, 12 de dezembro de 1930), mais conhecido como Silvio Santos, é um administrador de empresas, apresentador de televisão e empresário brasileiro - dono do Grupo Silvio Santos (formado por mais de 40 empresas e cerca de 11 mil funcionários) e do Sistema Brasileiro de Televisão. Silvio, nasceu no bairro carioca da Lapa, seus pais, Alberto e Rebecca Abravanel eram imigrantes, ele da Grécia e ela da Turquia. Aos 14 anos ja era camelô, junto com o irmão Leon e um sobrinho de Adolpho Bloch. Um fiscal de posturas da prefeitura carioca, percebendo o potencial de voz de Silvio, o convidou a fazer um teste na Rádio Guanabara (atual Rádio Bandeirantes do Rio de Janeiro). Silvio conquistou o primeiro lugar no teste da rádio. Em São Paulo, Silvio começou a trabalhar em bares, apresentando espetáculos e sorteios em caravanas de artistas. Logo passou a televisão, adaptando o formato dos shows, espetáculos e sorteios que fazia no circo e em bares. seu primeiro programa, "Vamos Brincar de Forca", estreou em 1962 e era transmitido pela TV Paulista, à noite. Um grande sucesso. Em 1964, passou a comandar seu programa, das 12 às 14h. No decorrer dos anos, o formato seria expandido e aprimorado no "Programa Silvio Santos". Paralelamente, Silvio partiu para novos empreendimentos: adquiriu de seu amigo Manuel da Nóbrega o Bau da Felicidade, empresa que vendia baús de presentes de natal para crianças mediante pagamento em prestações. Depois ficou conhecida pela venda de carnês e sorteios. Depois de passar pela Globo e TV Tupi, Silvio transferiu o Programa Silvio Santos para a Rede Record onde chegou a ter 50% da emissora. Em 1981, Silvio finalmente conseguiu a licença para operar o canal 4 de São Paulo, que se tornou a TVS da capital paulista. Apartir das emissoras do Rio e de São Paulo surgiu o embrião do SBT. Em 2001, Silvio Santos foi homenageado pela Escola de Samba Carioca "Tradiçao" atrvés do enredo "Hoje É Domingo, É Alegria. Vamos Sorrir e Cantar!" de Lourenço e Adalto Magalha. Silvio Santos desfilou como destaque num carro alegórico num traje todo prateado. Em 19 de agosto de 2011, na comemoração aos 30 anos do SBT, os colobaradores da emissora ganharam uma festa no CDT da Anhanguera, em Osasco. Silvio Santos foi a grande estrela da tarde e causou euforia ao entrar no palco para um discurso emocionante, no qual contou a história do SBT. Como apresentador do duradouro Programa Silvio Santos, um dos programas mais antigos da televisão brasileira, tornou-se um dos mais consagrados e queridos ícones da televisão e do público brasileiro, sendo considerado um dos maiores empreendedores e comunicadores da história da televisão no país.

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

"Década de 2010" (Personalidades - Sandra de Sá)









Sandra de Sá

Retratos e Canções

Sandra Cristina Frederico de Sá (Rio de Janeiro, 27 de agosto de 1955) é uma cantora e compositora brasileira, expoente da Música Popular Brasileira, com denso enfoque em black music mundial. Considerada a "Rainha do Soul Brasileiro" e uma das maiores cantoras da Música Popular Brasileira. É chamada por alguns de "Tim Maia de Saias", por se identificar com o cantor no balanço e no timbre de voz, além de suas histórias juntos. Foram grandes amigos e fizeram muitos shows juntos pelo Brasil a fora. Cazuza dizia que ela era a "Billie Holliday" brasileira. Dessa amizade entre ela e Cazuza, também resultou momentos marcantes em sua vida profissional, pois o primeiro show grande com a banda de Cazuza, Barão vermelho, foi o show de abertura de Sandra no Morro da Urca, RJ. Sua Africanidade já veio no sangue, pois é neta de um caboverdiano. Seu pai era baterista e, por isso, em sua adolescência Sandra frequentava os bailes de Gafieira, Samba e "soul music", em Pilares e adjacências, além de aprender sozinha a tocar violão e começar a compor suas letras com sua criatividade. Ganhou vários Festivais de Música Brasileira, em geral com músicas escritas pela sua grande amiga e fã, Fafy Siqueira. No Festival MPB 80, da Rede Globo, Sandra de Sá classificou "Demônio Colorido" entre as dez finalistas e a música obteve repercussão nacional. A trajetória de Sandra, nos anos 80, foi fulminante, novos discos de sucessos, composições próprias e de grandes autores, agenda de shows lotada. Além de se tornar uma das maiores cantoras de trilha e aberturas de novelas, como "Enredo do Meu Samba" e "Picadinho de Macho", entre outras. Nessa época surgiram os maiores hits da carreira de Sandra de Sá, que foram as músicas: "Retratos e Canções", "Joga Fora no Lixo", "Bye Bye Tristeza e Solidão". Nos anos 90, Sandra marca presença forte no mercado pro gravações incríveis com Djavan, Marina Lima, Carlinhos Brown e Titãs entre outros. Em 2005, além dos shows pelo Brasil, fez sua estréia no teatro ao lado do amigo, diretor e escritor, Miguel Falabella e da super atriz Stela Miranda, além de grande elenco no Auto de Natal "No Pé da Árvore de Natal". Sandra também despontou como atriz no seriado "Antônia", sobre cantores de rap da periferia de São Paulo, uma produção independente do cineasta Fernando Meirelles, veiculada a partir de 2006 pela Rede Globo. Em 2010, foi uma das homenageadas por uma das mais tradicionais Escolas de Samba do Rio, a Mangueira, na ala Tropicália, ao lado de Milton Nascimento. Foi premiada no Troféu Imprensa : Melhor Música "Solidão" (1987); Prêmio Sharp: Melhor Cantora (1988-1993-1995); Troféu Imprensa: Melhor Cantora (1990); Prêmio Sharp: Melhor Música "Sozinha" (1996) e 16º Prêmio da Música Brasileira : Melhor Cantora de Pop/Rock (2005). Em 2011, Sandra de Sá prepara-se para o lançamento de seu novo DVD em comemoração aos seus 30 anos de carreira.

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Pensamentos - Carlos Drummond de Andrade

O Desperdício


A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está:


No amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta


que não arrisca e que, esquivando-nos do sofrimento, perdemos também a felicidade.


A dor é inevitável. O sofrimento é opcional.


Eterno é tudo aquilo que dura uma fração de segundo, mas com tamanha intensidade,


que petrifica e nenhuma força jamais o resgata.


(Carlos Drummond de Andrade)

"Década de 2010" (Personalidades - Tony Ramos)











Tony Ramos

Antônio de Carvalho Barbosa, (Arapongas, Paraná, 25 de agosto de 1948), mais conhecido como Tony Ramos, é um ator, poeta, e diretor brasileiro. É um dos mais importantes atores nacionais, destacando-se por seu trabalho em telenovelas. Nasceu no interior do Paraná e passou a juventude em Ourinhos, no interior de São Paulo. Desde pequeno já sonhava em ser ator, quando assistia aos filmes de Oscarito e queria ser como ele. Depois, morando na capital, fez teatro amador ao participar do "Teatro Cultura Artística de São Paulo", onde encenava peças infantis e, ainda cursou Filosofia na Universidade de São Paulo. Aos 16 anos, participou da dupla musical "Tony e Tom & Jerry", que chegou a se apresentar no programa Jovem Guarda. Em 1964, fez sua estreia na TV, atuando em esquetes do programa "Novos em Foco", na TV Tupi. Participou do "TV de Vanguarda", "TV de Comédia" e do "Grande Teatro Tupi". Em 1965, atuou em sua primeira novela, "A Outra". Ainda na Tupi, participou de várias outras produções, entre elas, "Antônio Maria" de 1968, "Simplesmente Maria" de 1970, "Vitória Bonelli" de 1972, "Rosa dos Ventos" de 1973, "Ídolo de Pano" de 1974 e "A Viagem" de 1975. Em 1977, transferiu-se para a Rede Globo, mudando-se para o Rio de Janeiro, onde consolidou uma carreira de sucesso. Sua primeira atuação na emissora foi na novela "Espelho Mágico". Nesse mesmo ano, ainda dividiu a apresentação do musical Globo de Ouro, com a atriz Cristiane Torloni, e, emendando trabalhos, estreou no final daquele ano, a novela "O Astro", onde interpretou o seu primeiro protagonista na Globo, o jovem Marcio Hayala, par romântico de Elizabeth Savalla. Tony protagonizou o primeiro nu masculino em telenovelas brasileiras. Em 1979, protagonizou a novela "Pai Herói", depois, "Chega Mais". Em 1981, atuou em "Baila Comigo", interpretando os gêmeos João Victor e Quinzinho. Depois protagonizou as novelas "Sol de Verão", "Champagne", "Livre para Voar", "Selva de Pedra", "Bebê a Bordo", "Rainha da Sucata" e "Felicidade", e as minisséries, "Grandes Sertões Veredas", "O Primo Basílio" e o "Sorriso do Lagarto". Em 1983, apresentou algumas vezes o programa "Você Decide" e participou da novela "Olho por Olho". Em 1995, protagonizou a novela "A Próxima Vítima", em 1996, "Anjo de Mim", em 1998, "Torre de Babel", em seguida, "Laços de Familia" e emenda com "As Filhas da Mãe". Em 2003, viveu o músico Teo na novela "Mulheres Apaixonadas". Co-protagonizou o remake da novela "Cabocla" e em 2005, trabalhou na minissérie "Mad Maria" e ne novela "Belíssima". Em 2007 participou da novela "Paraiso Tropical". Em 2009, esteve na premiada novela "Caminho das Índias e , em 2010 fez ToTó de "Passione". Em 2012, junto com Irene Ravache, Tony Ramos são Charlô e Otávio, personagens vividos por Fernanda Montenegro e Paulo Autran, estreou o remake de "Guerra dos Sexos", novela exibida em 1983. Além das novelas, Tony atuou ema mais de oitenta teleteatros e mais de vinte peças. Entre outras produções, destaca-se sua atuação em "Leila Diniz", como o pai da atriz, Sr. Diniz e "Bufo & Spallanzani", que lhe rendeu o prêmio de Melhor Ator no Festival de Gramado, e nos grandes sucessos de bilheteria "Seu Eu Fosse Você e Se Eu Fosse Você 2". Tony Ramos tem uma enorme lista de premiações como por exemplo, Melhor Ator em "Torre de Babel", Troféu Imprensa em "Torre de Babel" e "Laços de Familia", Melhores do Ano por "Cabocla" e Troféu Imprensa por "Caminho das Índias e Passione" entre outros. Em 7 de maio de 2009, recebeu do ministério das Relações Esteriores a Medalha Oficial da Ordem de Rio Branco, um reconhecimento oficial do Governo brasileiro por seu trabalhos no cinema, no teatro e na televisão. Tony Ramos é considerado por seus colegas de profissão como uma pessoa íntegra e bem-humorada. Além disso, tem um dos casamentos mais estáveis do meio artístico. Casou-se em 1969, com Lidiane Barbosa, com quem tem dois filhos: Rodrigo, Médico e Andréa, Advogada.

sábado, 1 de outubro de 2011

"Década de 2010" (Programas de TV - Vídeo Show)

















Vídeo Show

Vídeo Show é um programa de televisão brasileiro produzido e exibido pela Rede Globo desde 20 de março de 1983, que mostra os bastidores dos programas e novelas da emissora como também a vida das estrelas fora da TV, além de relembrar cenas inesquecíveis e mostrar os erros nas gravações no quadro "Falha Nossa", entre outros,. Atualmente é exibido nas tardes de segunda-feira, logo após o Jornal Hoje. Depois de um breve período sendo apresentado pela atriz Tássia Camargo, nas primeiras edições de 1983, o programa passou a ter um rodízio de profissionais da emissora na bancada do programa, entre eles: Tony Ramos; Débora Blch; Eva Wilma; Fernanda Torres; Aracy Balabanian; Kadu Moliterno; Paulo Betti; Malu Mader; Mirian Rios; paulo josé; Mait~e proença; paulo Goulart; Bia Seidl; nuno Leal Maia; Elizângela; Julia Lemmertz; Paulo César Grande; Carla Camurati; lúcia Veríssimo; Patricia Pilar; Dênis Carvalho; Irving São Paulo; Claudio Magno; Lauro Corona e em edição comemorativa em homenagem aos 40 anos da Rede Globo, Antônio Fagundes. A partir de 1987, o programa passou a ser apresentado pelo vídeomaker Marcelo Tas, no personagem "Cabeça Branca". No mesmo ano, Marcelo ganhou a companhia do ator Miguel Falabella, que tornou-se o apresentador titular do programa até janeiro de 2002, sendo substituido pelo atual apresentador, o ator André Marques, então repórter do programa e apresentador interino. De 1997 a 1999, o ator Márcio Garcia também assumiu a bancada do programa durante as férias de Miguel Falabella. Em 2009 o programa sofreu algumas alterações, ganhou um novo cenário, logotipos, quadros, apresentadores e passou a ser ao vivo. Apresentado por Geovanna Tominaga, André Marques, Ana Furtado, Luigi Baricelli e Fiorella Martheis, tem formato de "revista eletrônica" em uma mistura de entretenimento, novidades sobre o universo cultural, cinema, teatro, música, shows, homenagens e perfis. Em 2010, o programa recebe mais reforços em sua equipe de repórteres. A escritora Thalita Rebouças, passa a integrar o time de reportagem do Video Show, mostrando diversas coisas do mundo jovem. O ator Bruno de Lucca, assume a câmera do Video Show e invade as mais badaladas festas e a atriz Cissa Guimarães (conhecida pelo famoso bordão: "a garota que quebra o côcô e não arrebenta a sapucaia", volta ao Video Show com o quadro "Gentem como a Gente", visitando a casa dos famosos. Em 2011, o quadro "Video Game" apresentado por Angélica, completa 10 anos e volta ao seu antigo formato com famosos competindo ao invés de anônimos. Video Game foi encomendado pela então diretora geral da Rede Globo Marluce Dias da Silva, em 2001. Marluce queria um game show entre artistas para ir ao ar diariamente, encerrando o programa Video Show.

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

"Década de 2010" (Personalidades - Marisa Monte)






















Marisa Monte

Marisa de Azevedo Monte (Rio de Janeiro, 1 de julho de 1967) é uma consagrada cantora, compositora, instrumentista e produtora musical brasileira. Estudou canto, piano e bateria na infância. Na adolescência participou do musical "Rock Horror Show", dirigido por Miguel Falabella, com alunos do Colégio Andrews, mas nunca abandonou o estudo de canto lírico, iniciado aos catorze anos. Aos dezenove, mudou-se para Roma, na Itália, onde durante dez meses estudou belcanto. Após esse período, passou a fazer apresentações em bares e casas noturnas cantando música brasileira, acompanhada de amigos. Um desses espetáculos foi assistido pelo produtor musical Nelson Motta, que se tornou diretor do primeiro show no Rio de Janeiro após o retorno de Marisa, em 1987. Ganhadora de 3 prêmios Grammy Latino, também ganhou vários Video Music Brasil, Prêmio Multishow de Música Brasileira, Associação Paulista de Críticos de Arte e Prêmio TIM de Música, entre outros prêmios nacionais e internacionais. Marisa já vendeu 10 milhões de CDs e DVDs no mundo todo. É considerada pela revista Rolling Stone-Brasil - uma das mais notáveis revistas do mundo no segmento de música - como a maior cantora do Brasil, posto este antes ocupado por Elis Regina. Ela também tem dois álbuns (MM e Verde, Anil, Amarelo, Cor-de-Rosa e Carvão) na lista dos 100 melhores discos da história da música brasileira. Em 2006, foi eleita pela Associação Paulista de Críticos de Arte : "A Melhor Artista de 2006". No começo da década de 2000, Marisa Monte lançou 3 discos de estúdio que atingiram a marca de 1,800 milhões no Brasil e fez parte do grupo "Tribalistas" junto com Arnaldo Antunes, e Carlinhos Brown que atingiram a marca de 1,500 milhões no Brasil e no exterior atingiu 2,500 milhões, no final desta década, Marisa Monte atingiu a marca de 5,850 milhões de CDs e DVDs vendidos no Brasil e 10 milhões no mundo, sendo a cantora de MPB que mais vendeu. Tem sete Discos de Ouro, sete Discos de Platina, sete Discos de Platina Duplo, dois Discos de Platina Triplo, dois Discos de Diamante. Em 14 de setembro de 2011, Marisa divulgou um vídeo em seu site oficial da primeira música de seu próximo álbum, uma parceria entre Marisa Monte e Arnaldo Antunes, "Ainda Bem" conta com a participação de Lucio Maia, Pupillo e Dengue (integrantes da Nação Zumbi) e é uma das canções do oitavo álbum de estúdio da cantora, ainda sem data de lançamento.

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

"Década de 2010" (Política - Guerra Civil Líbia)























Muammar Al-Gaddaffi - Guerra Civil Líbia


A Guerra Civil Líbia é o conflito bélico que está em andamento no país do norte africano. Começou com uma onda de protestos populares com reivindicações sociais e políticas, iniciada em 13 de fevereiro de 2011 na Líbia. Faz parte do movimento de protestos nos países árabes em 2010 e 2011. Tal como na revolução na Tunísia e na revolução no Egito, os manifestantes exigiam mais liberdade e democracia, mais respeito pelos direitos humanos, uma melhor distribuição da riqueza e a redução da corrupção no seio do Estado e das suas instituições. o chefe de Estado líbio, Muammar al-Gaddafi, é o chefe de Estado árabe no cargo há mais tempo: lidera há 42 anos. Em 1969, a Líbia passava por uma grande insatisfação popular pelo governo de Idris I. O petróleo do país era usado pelos Estados Unidos sem que a Líbia e seus habitantes recebessem melhorias. Gaddafi era um dos líderes dessas insatisfações e, após o golpe de estado de 1º de setembro de 1969, instalou-se no poder. As primeiras decisões de Gaddafi foram proibir bebidas alcoólicas e jogos de azar. O país também passa a ser rígido e a seguir fielmente os preceitos islâmicos, retirando todas as comunidades judaicas do país. No período de Gaddafi, houve melhorias na moradia, já que antes algumas pessoas povoavam os centros urbanos com barracos de metal. Foi praticamente erradicado o analfabetismo no páis. A Líbia avançou também nos setores sociais e econômicos graças aos lucros do petróleo. Porém a maior parte dos recursos da Líbia tem sido controlada pela família de Gaddafi. Conforme o Departamento de Estado, A Líbia é uma cleptocracia em que o regime - tanto a família de Gaddafi, ou por seus aliados políticos - tem uma participação direta em qualquer coisa que vale a pena comprar, vender ou possuir. 58% do Produto Interno Bruto líbio vem do petróleo. Acredita-se que a maior parte da riqueza adquirida pela venda do petróleo líbio foi utilizada para a compra de armas e para patrocinar a violência em todo mundo. De acordo com o Índice de Liberdade de Imprensa, a Líbia é o país com maior censura do norte da África. Fora por esses e outros motivos que iniciou-se a sucessão de protestos onde vários intelectuais aliaram-se aos manifestantes, e na sua maioria, foram presos. A Líbia foi suspensa do Conselho de Direitos Humanos da ONU por cometer violações aos direitos humanos do país, principalmente contra os opositores ao governo. Em 20 de Outubro de 2011, após a queda de Sirte, o último grande reduto das forças de Gaddafi, o Conselho Nacional de Transição informou oficialmente à Al Jazeera que Gaddafi havia sido capturado e morto por um ferimento de bala na cabeça. "Esperávamos havia muito tempo por este momento. Muammar Kaddafi foi morto".

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

"Década de 2010" (Personalidades - Zico)





















Zico

Arthur Antunes Coimbra, mais conhecido como Zico (Rio de Janeiro, 3 de março de 1953), é um treinador, ex-futebolista, ex-secretário nacional de esportes e ex-dirigente brasileiro que atuava como meia. Em 28 de abril de 2011, estreiou como apresentador de um programa esportivo na TV Esporte Interativo "Zico da Área", junto com o jornalista esportivo Mauro Beting e a participação do ex-futebolista Bebeto. Atualmente também treina a seleção iraquiana. Notabilizou-se como o carismático líder da vitoriosa trajetória do Flamengo nas décadas de 1970 e 1980, com ápice nas conquistas da "Taça Libertadores da América e da Copa Internacional" pela equipe carioca, além de quatro títulos no Campeonato Brasileiro e de suas participações pela Seleção Brasileira nas Copas Argentina 1978, Espanha 1982 e México 1986. É considerado por muitos especialistas, profissionais do esporte e em especial, pelos torcedores do Flamengo, o maior jogador da história do clube, e o maior futebolista brasileiro desde Pelé. Não são poucos também os que o consideram como o melhor jogador de futebol dos anos 1980, sendo chamado frequentemente no exterior de "Pelé Branco". É o maior artilheiro da história do estádio do Maracanã, com 333 gols em 435 partidas. marcou 135 gols em campeonatos brasileiros. Foi eleito como o terceiro maior futebolista brasileiro do século XX, o sétimo maior da América do Sul e o décimo quarto entre todos do Mundo, segundo a Federação Internacional de história e Estatísticas do Futebol (IFFHS). É um dos quatro brasileiros a figurar no Hall da fama da FIFA (os outros são, Pelé, Garrincha e Didi). Foi eleito pela própria Federação Internacional de Futebol (FIFA), o oitavo maior jogador do século, o nono maior jogador do século XX pela revista France Footbal, o nono brasileiro do Século no esporte, segundo pesquisa realizada pela revista Isto É, e o décimo maior jogador de todos os tempos pela revista inglesa World Soccer. Zico estreiou no time profissional do Flamengo em 1971, porém só foi se firmar como titular na equipe de 1974. A partir de 1978, entretanto, o Flamengo ingressaria em um período áureo sob o comando em campo de Zico. A taça de 1987 seria a última levantada pelo Galinho no Flamengo, e não seria reconhecida pela CBF, até o dia 21 de fevereiro de 2011. Na Itália, Zico foi cobiçado por clubes tradicionais do país, como Roma e Juventus, porém sua humildade e profissionalismo o levou à modesta equipe de Friuli causando escândalo e inveja no resto da Itália. Zico atuou por dez anos no Brasil, marcando 66 gols em 89 partidas, tendo saído como segundo maior artilheiro da Seleção, atrás apenas de Pelé (depois foi ultrapassado por Romário). No Japão ele atuou pelo Sumitomo Metals e pelo clube originado deste, o atual Kashima Antles, de 1991 a 1994, quando deixou definitivamente os campos. No Japão também atuou como treinador, ficando bastante reverenciado no país, que inclusive ganhou uma estátua em sua homenagem por lá. Em 25 de agosto de 2011, embarcou para o Iraque para assumir a seleção do país com o principal objetivo de classificar a seleção para a Copa do Mundo de 2014.

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

"Década de 2010" (Personalidades - Djavan)











Djavan

Faltando Um Pedaço

Djavan Caetano Viana (Maceió, 27 de janeiro de 1949) é um cantor, compositor, produtor musical e violonista brasileiro. Djavan combina tradicionais ritmos sul-americanos com música popular dos Estados Unidos, Europa e África. Entre seus sucessos musicais destacam-se, "Seduzir", "Flor de Lis", "Lilás", Pétala", "Se...", "Eu te Devoro", "Açaí", "Faltando um Pedaço", "Oceano", "Esquinas" entre outros. Ele retrata muito bem em suas composições a riqueza das cores do dia-a-dia e se utiliza de seus elementos em construções metafóricas que nenhum outro compositor consegue nem mesmo ousar. Djavan poderia ter sido jogador de futebol. Lá pelos 11, 12 anos, o garoto dividia seu tempo e sua paixão entre o jogo de bola nas várzeas de Maceió e o equipamento de som quadrifônico da casa de Dr. Ismar Gatto, pai de um amigo de escola. Filho de uma mãe afro-brasileira e de um pai ambulante. Aprendeu a tocar violão sozinho, com a ajuda das deficientes cifras de revistas do jornaleiro. Aos 18 anos, já anima bailes da cidade com o conjunto "Luz, Som, Dimensão (LSD)". Não demora a ter certeza, precisa compor. Aos dezenove anos deixou definitivamente o futebol e passou a dedicar-se apenas à música. Aos 23 anos, chega ao Rio de Janeiro para tentar a sorte no mercado musical. É crooner de boates famosas - "Number One" e "706". Em 1976 foi premiado com o segundo lugar no Festival Abertura da Rede Globo, com a canção "Fato Consumado". Passa a cantar nas trilhas sonoras de novelas, para as quais grava músicas de compositores consagrados como "Alegre Menina" (Jorge Amado e Dorival Caymmi), da novela "Gabriela". A canção "Meu Bem Querer" foi trilha sonora da telenovela da Globo "Coração Alado". A música se tornou um dos maiores sucessos da carreira do cantor. Em 1981 e 1982, Djavan leva o prêmio de melhor compositor pela Associação Paulista dos Críticos de Arte. Djavan inicia a Década de 90 com o aclamado álbum "Coisas de Acender", lançados em 1992, foi considerado um dos álbuns mais criativos e diversificados do cantor, com influências dos estilos Jazz, Soul, Blues e Funk norte-americano. A canção "Acelerou" foi escolhida a melhor canção brasileira de 2000 no Grammy Latino. Ainda em 2000, Djavan recebeu os Prêmios Multishow de melhor cantor, melhor show e melhor CD. Em 2002, Djavan grava ao vivo - DVD em comemoração aos 25 anos de carreira. Em 2010, "Ária" é o primeiro disco em que Djavan exerce exclusivamente a arte de interpretar canções de outros compositores. Djavan prepara-se para comemorar em 2012, 35 anos de uma carreira brilhante ficando pra sempre na memória de todos que conhecem seu trabalho com "Um dos Maiores Cantores e Compositores da MPB de Todos os Tempos".

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

"Década de 2010" (Personalidades - Alcione)














Alcione

Alcione Dias Nazareth (São Luís, 21 de novembro de 1947) é uma cantora, instrumentista e compositora brasileira. O nome de batismo foi idéia do pai, inspirado na personagem Alcione, a principal de um livro chamado "Renúncia". Desde pequena, graças ao pai policial e integrante da banda de sua corporação, João Carlos Dias Nazareth, foi inserida no meio musical maranhense, Alcione fez sua primeira apresentação aos 12 anos, na Orquestra Jazz Guarani, regida por seu pai. Certa noite, o crooner da orquestra ficou rouco, sendo substituído pela menina. Na ocasião, cantou com sucesso a música "Pombinha Branca" e o fado "Ai, Mouraria". Formou-se como professora primária na Escola de Curso Normal. Lecionou por 2 anos e continuou a dedicar-se à música, tendo apresentado-se na TV do Maranhão nos anos de 1965 e 1966. Começou cantando na noite, levada pelo cantor Everardo. Ensaiava no Little Club, boate situada no conhecido Beco das Garrafas, reduto histórico do nascimento da bossa nova, em Copacabana. Destacou-se ao vencer as duas primeiras eliminatórias do programa "A Grande Chance", de Flávio Cavalcanti. De la pra cá foi acumulando sucessos e prêmios e em 2003, a cantora foi agraciada com o "Grammy Latino" na categoria de melhor álbum de samba. Recebeu da Academia brasileira de Letras o Prêmio de Melhor Cantora Popular, além de receber o Prêmio Tim de Música como Melhor Cantora de Samba. Foi homenageada pela Escola de Samba "Unidos da Ponte" do grupo especial do Rio de Janeiro, com o enredo "Marrom Da Cor do Samba". Ao longo de sua carreira, foi premiada com 21 discos de ouro, 5 de platina e um duplo de platina. Em sua galeria de troféus - com cerca de 350 peças - possui títulos e honrarias que poucos artistas conseguiram obter ao longo de suas carreiras, tais como: Ordem do Rio Branco (a mais alta comenda do Brasil), a Medalha Pedro Ernesto (concedida pela Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro), a Medalha do Mérito Timbira (a maior comenda concedida pelo estado do Maranhão). Foi escolhida como embaixadora do turismo do estado do Rio de Janeiro e do estado do Maranhão. E a emoção maior ao apresentar-se para 500 mil pessoas em São Luis do Maranhão com a música "João de Deus", feita especialmente para a visita do Papa ao Brasil. Em cilma de festa e comemoração de 40 anos de carreira, Alcione gravou, na madrugada de sexta dia 29 de agosto de 2011, o DVD "Duas Faces" na quadra da escola de samba "Mangueira", no Rio de Janeiro. A cantora retornou ao seu berço , o Palácio do Samba, em grande estilo com o show de gravação do seu mais novo DVD com convidados cantando em duetos especiais com Leci Brandão, Jorge Aragão, Diogo Nogueira e MV Bill. Para finalizar, com o comando do mestre Ailton Andre Nunes, a bateria "Surdo Um" da escola de samba da Mangueira entrou no palco.

sábado, 3 de setembro de 2011

"Década de 2010" (Meio Ambiente - Campanha da Fraternidade)

Globalização e Sustentabilidade Ambiental


A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) propõe a cada ano, através da Campanha da Fraternidade (CF), um itinerário evangelizador fortemente voltado para a conversão pessoal e comunitária, em preparação à Páscoa. Em 2011, a CF atinge um marco importante pela 47ª vez. Em 2011 o tema é sobre o meio ambiente, a gravidade do aquecimento global e das mudanças climáticas - causas e consequências. A Campanha da Fraternidade de 2011, de maneira primorosa como sempre, vem justamente nos alertar desta verdade de que tudo o que fazemos pode prejudicar ou ajudar a salvar nosso planeta, nos dando a oportunidade de como família sentarmos juntos e elaborarmos ações para salvar nossa casa (Planeta Terra). O processo de Globalização que se acentuou ao longo da segunda metade do século XX, tendo como características marcantes a instantaneidade das informações, das comunicações, a padronização dos meios técnicos e a interconexão das economias de diferentes países e que também é responsável pelo desenvolvimento das relações internacionais, por agir sob égide de forças livres, acaba, muitas vezes, comprometendo os recursos naturais e o meio ambiente como um todo. Neste sentido, constata-se a necessidade da implementação de ações e políticas públicas e privadas visando ao desenvolvimento sustentável em todo o planeta, por meio de medidas como: tecnologias não degradadoras do meio ambiente (as tecnologias limpas); incrementação de alternativas sustentáveis e incentivo à pesquisa nesse campo; gerenciamento racional dos recursos naturais e culturais; estímulo de parcerias entre todos os segmentos da sociedade. Entre todas as ações, a "Sustentabilidade Ambiental" é a mais importante. Sustentabilidade ambiental, consiste na manutenção das funções e componentes do ecossistema, de modo sustentável, podendo igualmente designar-se como a capacidade que o ambiente natural tem de manter as condições e qualidade de vida para as pessoas e para outras espécies, tendo em conta a habitabilidade, a beleza do ambiente e a sua função como fonte de energias renováveis. As Nações Unidas, através do sétimo ponto das metas de desenvolvimento do milênio procura garantir ou melhorar a sustentabilidade ambiental, através de quatro objetivos principais: 1-Integrar os princípios do desenvolvimento sustentável nas políticas e programas nacionais e reverter a perda de recursos ambientais. 2-Reduzir de forma significativa a perda da biodiversidade. 3-Reduzir para metade a proporção de população sem acesso a água potável e saneamento básico e 4-Alcançar, até 2020 uma melhoria significativa em pelo menos cem milhões de pessoas a viver abaixo do limiar da pobreza. Esta campanha não é uma utopia e sim um alerta de que atitudes deves ser tomadas, não por uma minoria, mas por um todo, este planeta é nossa casa, precisamos ser fraternos e gerar ações que nos levem ao bem comum.

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

"Década de 2010" (Personalidades - Gisele Bündchen)




















Gisele Bündchen


Gisele Caroline Bündchen (Horizontina, 20 de julho de 1980) é uma supermodelo e atriz brasileira. Gisele nasceu em uma família de descendentes de alemães na região noroeste do Rio Grande do Sul. Seus pais são Valdir Bündchen e Vânia nonenmacher, ela tem 5 irmãs: Raquel, Graziela, Gabriela, Rafaela e sua irmã gêmea, Patrícia. Bündchen foi, em setembro de 2000, considerada a modelo mais bonita do mundo, pela revista Rolling Stone e de 2004 a 2010, pela revista Forbes, a mais bem paga. Sua fortuna está avaliada em 150 milhões de dólares, aparecendo em 2007 no Guiness Book como a modelo mais rica do mundo. Também como a "modelo-ícone" mais sexy do mundo, segundo o site "models.com", ficando na frente de modelos como Kate Moss, Christy Turlington, Claudia Schiffer e Natalia Vodianova que completam o "top-five". A sua carreira começou aos 14 anos de idade quando foi descoberta por olheiros de uma agência de modelos em um shopping de São Paulo. Inicialmente, trabalhou para a agência de modelos Elite Model Management, depois passou a ser representada pela IMG Models. Bündchen fez anúncios e fotografias para grifes renomadas, incluindo Valentino, Zara, Bulgari, Versace, Victoria's Secret, Ralph Lauren, Tommy hilfiger, Dolce & Gabbana e Colcci entre outros. Também apareceu nas capas de revistas como Marie Claire, Vogue, Arena, Forbes, Vanity Fair, Time, Newsweek e Rolling Stone. Em sua carreira, estima-se ter aparecido em 500 capas de revistas. em 2004, Bündchen diversificou sua atuação. Participou dos filmes estadunidenses "Taxi" e "O Diabo Veste Prada" (2006). Foi também "VJ da MTV Brasil", apresentou em 1996 o programa "Al Dente" e o grande evento internacional "VH1/Vogue Fashion Awards" em 2000. Em 2009 foi eleita pelo jornal "The Daily Beast" a modelo mais valiosa do mundo e designada como Embaixadora da Boa Vontade, por trabalhos em defesa da Amazônia e programa Fome Zero. Ainda em 2009, no dia 26 de fevereiro se casou com o jogador de futebol americano Tom Brady, em Los Angeles e em 8 de dezembro do mesmo ano nasce o 1º filho do casal, Beijamim. Em outubro de 2010, Gisele comemorou seus 15 anos de carreira! Cada vez mais linda e experiente posando com peças inspiradas em lingerie, Gisele foi a capa da revista Vogue do Brasil em Outubro de 2010. Para os editores de moda, Bündchen está num patamar acima das supermodelos, chamando-a de "übermodel", uma expressão em alemão que significa "acima de modelo".

domingo, 21 de agosto de 2011

"Década de 2010" (Personalidades - Vera Fischer)




















Vera Fischer


Vera Lúcia Fischer (Blumenau, 27 de novembro de 1951) é uma atriz e ex-miss Brasil. Uma das mais famosas atrizes do país, Vera foi Miss Brasil 1969, título que lhe deu projeção nacional. Vera Fischer nasceu em uma família de origem alemã, na cidade de Blumenau, no Vale do Itajaí, Santa Catarina. Em recente autobiografia, Fischer declarou que seu pai era nazista. Vera nunca teve uma boa relação com o pai. Iniciou a carreira de atriz fazendo pronochanchadas, depois passou a fazer telenovelas e outros filmes. No cinema, interpretou personagens de Rubens Fonseca, Plínio Morcos e Nelson Rodrigues. A beleza física da atriz é um dos seus atrativos. Sendo assim posou nua para a revista Playboy em agosto de 1982 e janeiro de 2000, sendo que nesse último ensaio fez fotos nua em Paris aos 48 anos clicada pelo renomado fotógrafo Bob Wolfenson. É mãe do dois filhos: A atriz Rafaela Fischer, nascida em 1979, que teve com Perry Salles, e Gabriel, nascido em 1993, filho de Felipe Camargo. Em 1º de setembro de 1993, aos 41 anos, foi capa da Revista Veja - com o chamado de capa "O Furacão Loiro aos 40" - sobre o grande momento que vivia em sua carreira profissional na minissérie "Agosto", na peça "Desejo", de Eugene O'Neill e em "Forever", filme "Sexo-Cabeça" de Walter Hugo Khouri. Em 2000, ganhou o prêmio Melhores do Ano - Domingão do Faustão, na categoria Melhor Atriz, por sua atuação como a protagonista Helena, na novela Laços de Família, de Manoel Carlos. Fez inúmeros personagens importantes na Rede Globo como nas novelas Coração Alado, Brilhante, Mandala, Perigosas Peruas, Laços de Familia, O Clone e Caminhos das Índias e nas minisséries Riacho Doce, Desejo, Agosto e Amazônia de Galvez a Chico Mendes. Foi indicada quatro vezes ao Troféu Imprensa, na categoria Melhor Atriz como: Luiza Sampaio em "Brilhante" (1981), Jocasta Silveira em "Mandala" (1987), Helena em "Laços de Família" (2000) e Ivete em "O Clone" (2001). Após anos de problemas com drogas, Vera Fischer foi internada por decisão própria, em julho de 2011, numa clínica de reabilitação para dependentes químicos, na Barra da Tijuca. Essa foi a terceira vez que está sendo internada.