sexta-feira, 30 de julho de 2010

"Década de 90" (Programa de TV - Globo de Ouro)



 

Globo de Ouro foi o nome do programa musical produzido e apresentado pela Rede Globo entre 06 de dezembro de 1972 até 28 de dezembro de 1990 com uma revista eletrônica mensal e semanal, com dias, horários e periocidade de exibição variáveis. Os apresentadores eram atores do elenco da emissora, como Lúcia Veríssimo, Raul Cortez, Adriana Esteves, Marcos Caruso, Cláudia Raia, Isabela Garcia, Nádia Lippi, Antônio Marcos, Carlos Augusto Strazzer, Wanderley Cardoso, Dercy Gonçalves, Vanusa, Tony Ramos, Myrian Rios, Fernando Mansur, César Filho, Guilherme Fontes, Sérgio Viotti, Natália do Valle, Lúcia Abreu, Dennis Carvalho, Odair José, Aracy Balabanian, Jimmy Raw, Cláudio Marzo, Lauro Corona, Jerry Adriani, Nathália Timberg, Christiane Torloni, Cláudia Abreu, Osmar Prado, Murilo Nery, Roberto Bomfim, Betty Faria, Pedro Bial, Lucinha Lins, Stênio Garcia, Chico Pinheiro, Arlete Salles, Tereza Rachel, Sandra Bréa, Gianfrancesco Guarnieri, Tássia Camargo, Zezé Polessa e Kadu Moliterno. Alternando-se a cada temporada. Os números musicais eram gravados especialmente para o programa no Teatro Fênix, no Rio de Janeiro. Nos especiais de fim de ano de 1972 a 1990, os melhores cantores e compositores, os grandes intérpretes, as músicas, os artistas consagrados, os destaques da música sertaneja e as revelações do ano, juntos em uma seleção de grandes sucessos musicais, nacionais e internacionais do momento. O ultimo programa foi gravado na casa de shows Rio Sampa no Rio de Janeiro

quinta-feira, 29 de julho de 2010

"Dédaca de 90" (Religião - Dom Hélder Câmara)



Dom Hélder Câmara
Dom Hélder Pessoa Câmara OFS (Fortaleza, 7 de fevereiro de 1909Recife, 27 de agosto de 1999) foi um bispo católico, arcebispo emérito de Olinda e Recife. Foi um dos fundadores da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil e grande defensor dos direitos humanos durante o regime militar brasileiro. Pregava uma Igreja simples, voltada para os pobres e a não-violência. Por sua atuação, recebeu diversos prêmios nacionais e internacionais. Foi o único brasileiro indicado quatro vezes para o Prêmio Nobel da Paz. Entretanto, foi acusado por seus opositores de ser conivente com o marxismo, ideologia contrária aos princípios cristãos. Ingressou no Seminário Diocesano de Fortaleza em 1923, o Seminário da Prainha, então sob direção dos padres lazaristas. Nesta instituição cursou o ginásio e concluiu os estudos de filosofia e teologia. Foi ordenado padre no dia 15 de agosto de 1931, em Fortaleza, aos 22 anos de idade, com autorização especial da Santa Sé, por não possuir a idade mínima exigida. No mesmo ano, fundou a Legião Cearense do Trabalho e em 1933, a Sindicalização Operária Feminina Católica, que congregava as lavadeiras, passadeiras e empregadas domésticas. Atuou na área da educação, participando de políticas governamentais do estado do Ceará na área da educação pública. Foi nomeado diretor do Departamento de Educação do Ceará. No Rio de Janeiro, teve como diretor espiritual o Pe. Leonel Franca, criador da primeira universidade católica do Brasil - a Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. No período pós-guerra, fundou a Comissão Católica Nacional de Imigração, para apoio à imigração de refugiados. Foi nomeado bispo auxiliar do Rio de Janeiro no dia 3 de março de 1952. Foi ordenado bispo, aos 43 anos de idade, no dia 20 de abril de 1952, pelas mãos de dom Jaime de Barros Câmara, dom Rosalvo Costa Rego, dom Jorge Marcos de Oliveira. Foi um grande promotor do colegiado dos bispos e da renovação da Igreja Católica, fortalecendo a dimensão do compromisso social. Em 1950, D. Hélder entrou em contato com o Monsenhor Giovanni Batista Montini, então subsecretário de estado do Vaticano e futuro papa Paulo VI, que o apoiou e conseguiu a aprovação, em 1952, para a criação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, com sede no palácio arquiepiscopal do Rio de Janeiro. Nesta instituição, exerceu a função de secretário geral até 1964. Em 1956, fundou a Cruzada São Sebastião, com a finalidade de dar moradia decente aos favelados. Desta primeira iniciativa, outros conjuntos habitacionais surgiram. Em 59, fundou o Banco da Providência, cuja atuação se desenvolve no atendimento a pessoas que vivem em condições miseráveis. No dia 12 de março de 1964 foi designado para ser arcebispo de Olinda e Recife, Pernambuco, múnus que exerceu até 2 de abril de 1985. Instituiu um governo colegiado nesta diocese, organizada em setores pastorais. Criou o Movimento Encontro de Irmãos, o Banco da Providência e a Comissão de Justiça e Paz daquela diocese. Forteleceu as comunidades eclesiais de base. Estabeleceu uma clara resistência ao regime militar. Tornou-se líder contra o autoritarismo e pelos direitos humanos. Nâo hesitou em utilizar todos os meios de comunicação para denunciar a injustiça. Pregava no Brasil e no exterior uma fé cristã comprometida com os anseios dos empobrecidos. Foi perseguido pelos militares por sua atuação social e política, sendo acusado de comunismo. Foi chamado de "Arcebispo Vermelho". Em 1984, ao completar 75 anos, apresentou sua renúncia. Seu primeiro título veio em 1969, de doutor honoris causa pela Universidade de Saint Louis, Estados Unidos. Foi intitulado Cidadão Honorário de 28 cidades brasileiras e da cidade de São Nicolau na Suíça e Rocamadour, na França. Recebeu o Prêmio Martin Luther King, nos Estados Unidos e o Prêmio Popular da Paz, na Noruega e diversos outros prêmios internacionais. Foi indicado quatro vezes para o Prêmio Nobel da Paz. Foi o segundo mais votado como Brasileiro do Século na categoria Religião pela revista IstoÉ.

"Década de 90 (Tragédia - Daniella Perez)




















Daniella Perez


Daniella Perez Gazolla (Rio de Janeiro, 11 de agosto de 1970 - Rio de Janeiro, 28 de dezembro de 1992) foi uma atriz e bailarina brasileira, filha da autora de telenovelas Glória Perez e casada com o também ator, Raul Gazolla. Em 1992, a atriz Daniella Perez interpretava a personagem "Yasmim" na novela "De Corpo e Alma" de autoria de sua mãe Glória Perez, par romântico do personagem "Bira", vivido pelo ator Guilherme de Pádua. Na tarde do dia 28 de dezembro, Daniella e Guilherme gravaram a cena do fim do romance de Yasmin e Bira, logo após a cena, o ator teve uma crise de choro e procurou inquieto por Daniella e entregou dois bilhetes que a deixou bastante nervosa. No fim da tarde, Guilherme deixou o estúdio Tycoon na Barra da Tijuca onde era gravada a novela, foi até seu apartamento e buscou sua mulher Paula Thomaz, grávida de 4 meses. Munidos de um lençol e um travesseiro, o casal deixou o prédio novamente em direção ao estúdio. Por volta das 21 horas, Daniella acabou de gravar suas cenas e deixou os estúdios se dirigindo ao estacionamento em companhia de Guilherme. A atriz saiu dirigindo seu Escort, logo após Guilherme saiu atrás dirigindo seu Santana. Minutos depois, Daniella parou num posto para abastecer, na saída do posto, seu carro foi fechado pelo Santana de Guilherme que a esperava no acostamento. Após a fechada, os dois sairam dos seus respectivos carros e Guilherme defere um soco no rosto da atriz que cai desacordada, soco esse que foi presenciado por dois frentistas do posto. Guilherme coloca a atriz desacordada no banco de trás de seu Santana, que passa então a ser dirigido por Paula. Num terreno baldio, Guilherme e Paula começam a apunhalar Daniella dentro do carro, depois transportam o corpo da atriz para o matagal onde continuam as estocadas, com uma tesoura. A perícia comprovou que Daniella Perez foi morta com 18 estocadas que atingiram o pulmão, o coração e o pescoço da atriz. Na delegacia, Guilherme e Paula chegaram a consolar a mãe e o marido da atriz. Na manhã do dia 29 de dezembro, Guilherme foi levado a delegacia, inicialmente negando a autoria do crime, mas no mesmo dia acabou confessando o crime. O crime foi destaque em todos os telejornais no Brasil e até no exterior. Em 23 de janeiro, o júri condenou o ator Guilherme, por 5 votos a 2, o juiz José Geraldo Antônio leu a sentença de 19 anos de prisão sob forte aplauso da platéia no Tribunal. Em 16 de Maio, Paula foi condenada pelo júri por 4 votos a 3, a leitura da sentença pelo juiz José Geraldo Antônio, que condenou a ré a 18 anos e seis meses, foi transmitida ao vivo pela TV. A versão provada no tribunal da motivação do crime, foi apresentada pelo promotor Maurício Assayag e pelo advogado de acusação Arthur Lavigne. Segundo a versão, Guilherme era quem assediava Daniella. Dias antes do crime, Guilherme teria ficado inseguro ao receber os capítulos da novela e visto que ele não estaria em 2 capítulos, pensou que seu personagem estava diminuindo por influência de Daniella que era filha da autora. Supondo que Daniella havia contado à mãe das suas investidas, o ator armou a mão da esposa, que tinha muito ciúmes de Daniella e assassinaram brutalmente a atriz chocando todo país.

segunda-feira, 26 de julho de 2010

"Década de 90" (Música-Daniela Mercury)


Daniela Mercury
Swing da Cor
Daniela Mercuri de Almeida, mais conhecida simplesmente como Daniela Mercury, (Salvador, 28 de julho de 1965), é uma cantora, compositora, dançarina, produtora, atriz e eventualmente apresentadora brasileira de axé music, samba-reggae e MPB. Vencedora de um GRAMMY Latino, por seu álbum Balé Mulato, recebeu também 6 prêmios Tim de Música, 1 prêmio pela APCA, 3 prêmios Multishow e 2 prêmios pelo VMB, de melhor videoclip e fotografia. Daniela é considerada umas das maiores cantoras e mais famosas de axé, e é conhecida como rainha deste gênero musical. Desde 1991 até hoje, Daniela lançou diversos álbuns e singles, vendendo mais de 12 Milhões de discos em todo o mundo. Ela foi a única artista brasileira a gravar um DVD comemorativo de 25 anos do Cirque du Soleil e a fazer parte em julho de 1993, do prestigiado Festival de Jazz de Montreux, na Suiça, sendo uma das principais atrações. Além disso, Mercury foi convidada para participar do DVD de Alejandro Sanz, e cantar com Paul McCartney, em Oslo, na Noruega, durante a entrega do Prêmio Nobel da Paz. Em 1995 foi condecorada "Embaixadora Nacional da Boa Vontade" do UNICEF, se tornando a segunda personalidade brasileira a receber tal honra.

"Década de 90" (Música- É o Tchan !)


É o Tchan !
Ralando o Tchan
É o Tchan! é um grupo musical brasileiro de pagode baiano, que se tornou muito popular na segunda metade da década de 1990. Com diversas canções de teor erótico e duplo sentido, o grupo se popularizou com a ajuda de um trio de dançarinos, que em sua primeira e original formação eram Carla Perez, Débora Brasil e Jacaré e nos vocais "Cumpadi" Washington e Beto Jamaica. O grupo musical vendeu ao todo, de 1992 a 2007, mais de 6 milhões de álbuns no Brasil, de acordo com a ABPD. Carla Perez foi dançarina no grupo entre os anos de 1995 e 1998., fazendo muito sucesso com seu rebolado e gingado inconfundível, ficando conhecida como "A Loira do Tchan". Sheila Carvalho, foi dançarina no grupo entre os anos de 1997 a 2005, depois de ganhar de mais de 100 concorrentes, num concurso para eleger a nova morena do Tchan. Sheila Mello entrou para o grupo em 1998, também através de um concurso realizado para escolher a substituta da dançarina Carla Perez, Sheila Mello deixou o grupo em 2003. E Edson Gomes Cardoso Santos, o Jacaré ficou no grupo desde a sua formação até 2007, quando o grupo de desfez, atualmente é ator do programa de televisão "A Turma do Didi".

domingo, 25 de julho de 2010

"Década de 90" (Música- Fat Family / Pêpê e Neném / Claudinho e Buchecha)



 
 Claudinho e Buchecha

Fat Family 

 Pêpê e Neném

-Fat Family é um conjunto musical brasileiro, original da cidade de Sorocaba, formado inicialmente pelos irmãos Sidney, Simone, Suzete, Katia, Celinha, Deise e Felipe Coutinho. Sueli entrou no grupo a partir do segundo álbum da banda no ano de 2000. O grupo Fat Family atraiu a atenção do Brasil no final da década de 90, aproximadamente 1998, quando em programas de televisão os irmãos de peso (fato que dá nome a banda), começaram a se apresentar inspirados em grupos vocais norte-americanos. O primeiro sucesso foi "Jeito Sexy" (versão de "Shy Guy" de Diana King), vendendo cerca de 1,8 milhão de cópias. Em 2005, o grupo começou a se apresentar com uma banda do gênero gospel. Partindo para carreira solo no gênero gospel deixaram o grupo em 2005: Sidney Sinay e Celinha.

-Potiara de Oliveira e Potiguara de Oliveira (Rio de Janeiro, 6 de julho de 1970), irmãs gêmeas idênticas, formam uma dupla musical brasileira, também conhecida como Pêpê e Neném. O disco de estréia das irmãs, chegou ao mercado em 1999 com uma mistura de música negra americana e sotaque dos morros. A fórmula deu certo, o trabalho vendeu mais de 150 mil cópias(garantindo o primeiro disco de ouro das artistas) e rendeu até viagens para os Estados Unidos. Em 2000 venderam 1 milhão de cópias com a música "Mania de Você" e levaram mais uma vez a dupla aos programas de maior audiência da televisão. Em 2011, a dupla voltou a ser destaque no rádio e nas emissoras de TV, mas como personagem de um drama. Alegando ter sido roubadas por um ex-empresário, ela contaram que já haviam perdido todo dinheiro ganho com seus dois primeiros trabalhos.

-Claudinho & Buchecha, nomes artísticos de Claudio Rodrigues de Mattos e Claucirlei Jovêncio de Sousa, foi uma famosa dupla do funk brasileiro. A dupla já foi premiada pela ABPD com dois Discos de Platina Triplo pelos álbuns "Claudinho & Buchecha" e "A Forma", e também com disco de Platina Duplo pelo álbum "Só Love", lançado em 1998. De origem humilde, eram amigos de infãncia do Bairro do Salgueiro em São Gonçalo e se consideravam irmãos. Participarvam de baile funk e venceram um concurso de rap no bairro em que moravam, que em 1993/1994 abriu as portas para a dupla. Considerado os cantores de maior sucesso na história do funk, em 1995, o primeiro disco vendeu mais de 1,2 milhões de cópias. E com esse sucesso a dupla viajou para o Japão, Portugal, Argentina, EUA, entre outros. No disco "A Forma", Claudinho & Buchecha mostraram que ficariam marcados na história da música brasileira. Foi neste disco que foram lançados os passinhos e as coreografias que marcaram a dupla e que são imitados até hoje por outros artistas. Eles receberam também o prêmio de re velação no VMB da MTV Brasil, neste mesmo ano. O sucesso de Claudinho & Buchecha estava garantido por muito tempo, mas durante a turnê de lançamento do sexto disco da dupla, "Vamos Dançar", precisamente no dia 12 de julho de 2002, Claudinho foi vítima de um acidente de carro e acabou falecendo. Após o acidente, Buchecha continuou em carreira solo, fazendo shows e gravações com outros artistas.

"Década de 90" (Música-Leandro e Leonardo)


Leandro e Leonardo
Entre Tapas e Beijos
Os irmãos e ex-plantadores de tomate Luís José, o "Leandro" e Emival Eterno, o "Leonardo", de Goianópolis (GO), formaram nos anos 1990 uma das maiores e mais apaixonadas legiões de fãs da história da música popular brasileira. Cravaram vários hits na lista dos grandes sucessos da indústria fonográfica e venderam juntos mais de 25 milhões de discos. O sucesso nacional veio em 1989 com a canção "Entre Tapas e Beijos" (escrita por Nilton Lamas e Antônio Bueno) virou hit. O álbum contava com composições e regravações de cantores como Zezé di camargo, um Cowntry "Fui um Tolo" de Marcix e Mario Camapanha e Roberta Miranda. Mas foi no ano seguinte, 1990, que eles se consagraram ídolos de uma legião de fãs, quando lançaram agora pela gravadora Chantecler o quarto álbum da carreira, com o mesmo nome "Leandro & Leonardo" e emplacaram mais dois sucessos, o hit "Pense em Mim" (escrita por Douglas Maio, Mário Soares e Zé Ribeiro) que chegou ao 6º lugar na parada, e a canção "Desculpe, Mas Eu Vou Chorar" (escrita por César Augustro e Gabriel) que chegou ao 34º lugar na parada. Ao todo, Leandro e Leonardo venderam em 12 anos de carreira, 25 milhões de cópias, tornando-se um recorde nacional e sertanejo. Tudo isso até o dia 23 de junho de 1998, quando um câncer tão raro quanto arrasador tirou a vida de Leandro. A tristeza de seu irmão -Leonardo- se espalhou pelo país inteiro que chorou a sua morte, como se todos os brasileiros fossem parentes próximos do cantor morto. Após um período afastado da música, Leonardo volta em carreira sólo, onde está até hoje.

"Década de 90" (Curiosidades - E.T. de Varginha)


O E.T. de Varginha
O incidente de Varginha foi uma ocorrência de grande repercussão na década de 90, divulgado pelos programas de notícias da Rede Globo, Rede Record e SBT sobre possível aparição de objetos voadores não identificados (neste caso, naves especiais de uma civilização extraterrestre) e de captura de criaturas extraterrestres de alto nível de civilização pelas autoridades brasileiras no dia 20 de janeiro de 1996, na cidade de Varginha, região sul do Estado de Minas Gerais. Os programas de televisão foram montados com base nas entrevistas locais pelos jornalistas e não apresentaram provas físicas. As irmãs Liliane Silva e Valquíria Silva, além da amiga mais velha de ambas, Kátia Xavier, afirmaram que, ao passarem próximo a um terreno baldio no bairro Jardim Andere, viram uma das tais criaturas, que teriam pele marrom, viscosa, olhos enormes de cor vermelha e três protuberâncias na parte superior da cabeça, que era bastante volumosa. Várias testemunhas afirmaram que no mesmo dia em que as três meninas teriam visto a tal criatura, também notaram uma movimentação anormal de patrulhas da PM, veículos de Exército e do Corpo de Bombeiros pela cidade. A transmissão pelos programas de televisão fez a cidade de Varginha famosa, como a "terra do E.T." e vem trazendo um número elevado de turistas.

"Década de 90" (Personalidades-Princesa Diana e Madre Tereza de Caucutá)


Madre Tereza de Caucutá e Princesa Diana
Morre em 1997 num acidente automobilístico, a princesa Lady Di. Após seu casamento com o príncipe de Gales em 1981, Lady Di tornou-se uma das mulheres mais famosa do mundo: um ícone da moda, um ideal de beleza e elegância feminina, admirada por seu trabalhos de caridade, em especial por seu envolvimento no combate a AIDS e na campanha internacional contra as minas terrestres. O casamento foi inicialmente feliz, mas terminou em 1996, após vários escândalos tanto por parte de Charles como de Diana. A sua trágica e inesperada morte num acidente de carro em Paris, foi seguida de um grande luto público pelo Reino Unido e em menor escala, pelo mundo. Seu funeral, em setembro de 1997, foi assistido globalmente por cerca de 2,5 bilhões de pessoas. Madre Tereza de Caucutá, morreu em 1997 aos 87 anos, de ataque cardíaco, quando preparava um serviço religioso em memória da Princesa Diana de Gales, sua grande amiga e falecida ela própria 6 dias antes, num acidente de automóvel em Paris. Tratado como um funeral de Estado, vários foram os representantes do mundo religioso e de outros seguimentos, que quiseram estar presentes para prestar a sua homenagem. As televisões do mundo inteiro transmitiram ao vivo durante uma semana, para os milhões que queriam vê-la no estádio Netaji pela última vez. No dia 19 de outubro de 2003, o Papa João Paulo II beatificou Madre Tereza de Caucutá.

"Década de 90" (Música-Lambada)


Beto Barbosa


Lambada
Kaoma
No final da década de 80 e início da década de 90, as pistas de dança conheceram um novo ritmo muito sensual: A Lambada, o surgimento desta dança, além de incrementar o sucesso de artistas já consagrados como, Sidney Magal, Trem da Alegria e Fafá de Belém, deu origem a novos artistas, internacionais como o grupo Francês "Kaoma" e nacionais como Sarajane, Marcia Ferreira e Beto Barbosa que recebeu o título de Rei da Lambada. Raimundo Roberto Morhy Barbosa, o "Beto Barbosa" (Belém, 27 de fevereiro de 1955) é um cantor e compositor brasileiro, considerado o "Rei da Lambada", que surgiu no final da década de 1980. Famoso compositor de "Adocica", um de seus grandes sucessos que vendeu cerca de três milhões de cópias. Ao longo de sua carreira, gravou 10 LPs e 11 CDs. Ganhou diversos prêmios, como o Troféu Imprensa de melhor cantor em votação realizada por Silvio Santos em 1991. O disco "Preta", lançado em 1990, foi recorde de vendas e Beto era autor de todas as músicas. Beto Barbosa foi recorde de público, até hoje, em sua apresentação no Espaço Cultural, em João Pessoa. O grande ídolo de Beto Barbosa é o cantor Roberto Carlos. Porém seu gosto musical é bastante eclético. Beto aprecia desde a música clássica até a MPB. Raimundo Fagner, Belchior e Tim Maia são também alguns dos títulos que não podem faltar em sua discoteca. Elvis Presley é um dos ídolos internacionais de Beto Barbosa. Foi o único artista do Norte do Brasil a ganhar o Troféu Imprensa de melhor cantor, título que dividiu na época com o cantor José Augusto, em votação realizada por Silvio Santos em 1991.O programa Fantástico, da Rede Globo, chegou a apresentar 3 clipes de Beto Barbosa. Em um deles, Beto se apresentava no Mangueirão, em Belém, quando foi registrado o maior público de toda a história do Pará. A Lambada foi um fenômeno nacional de vendas, de dança e de concursos. Utilizando muita sensualidade a lambada abriu as portas para outras danças e novos cantores e cantoras.

"Década de 90" (Música-Tim Maia)


Tim Maia
Azul da Cor do Mar
Cantores brasileiro que fizeram sucesso na década de 90: Jorge Bem Jor, Zeca Pagodinho, Roberto Carlos, Gabriel o Pensador, Leandro e Leonardo, Zezé de Camargo & Luciano, Marisa Monte, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Chico Cesar e Tim Maia, entre outros.
Sebastião Rodrigues Maia, mais conhecido como Tim Maia (Rio de Janeiro, 28 de setembro de 1942 - Niterói, 15 de março de 1998), foi um cantor e compositor brasileiro que alcançou o sucesso a partir da década de 1970 e tornou-se um dos mais influentes cantores brasileiros. Reconhecido por músicas como: "O Descobridor dos Setes Mares" (Michel e Gilson Mendonça) e "Me dê Motivo" (Michael Sullivan/Paulo Massadas) um dos seus maiores sucessos. Em 1985, gravou "Um Dia de Domingo", também de Sullivan e Massadas, num dueto com Gal Costa, obtendo grande sucesso. Foi regravado por vários artistas, como Kid Abelha, Viper, Lulu Santos, Paralamas do Sucesso e Marisa Monte. Recebeu até homenagem por parte de artistas do porte de Caetano Veloso e Jorge Ben Jor, que impulsionaram sua carreira: a citação feita por Jorge Ben Jor na canção "W/Brasil" em 1993 e uma regravação que fez de "Como uma Onda" (Lulu Santos e Nelson Mota) para um comercial de televisão, de grande sucesso e incluída no CD "Tim Maia", do mesmo ano. Assim, aumentou muito a produtividade nesta década, gravando mais de um disco por ano com grande versatilidade. Em 1997 lançou mais três CDs, perfazendo 32 discos em 28 anos de carreira. Morreu vítima de uma infecção generalizada, após a tentativa de um show, passando mal em pleno palco, devido as suas condições debilitadas.
"Ver na vida algum motivo pra sonhar, ter um sonho todo azul, azul da cor do Mar"
 (Tim Maia)

sábado, 24 de julho de 2010

"Década de 90" (Personalidades-Frei Damião)


Frei Damião
Frei Damião de Bozzano, nascido Pio Giannotti, OFMCap (Bozzano, 5 de novembro de 1898 - Recife, 31 de maio de 1997) foi um frade italiano radicado no Brasil. Começou sua formação religiosa aos doze anos, quando foi estudar em um colégio de padres. Aos dezenove anos foi convocado para o exército italiano e participou da Primeira Guerra Mundial. aos 27 anos diplomou-se em teologia pela Universidade Gregoriana em Roma e foi docente do convento de Vila Basélica e do Convento de Massa. O frade capuchinho, ordenado sacerdote em 24 de agosto de 1923, veio do norte da Itália para o brasil no início da década de 1930, estabelecendo-se no Convento de São Félix da Ordem dos Capuchinhos, sendo venerado por fiéis, principalmente nordestinos, pois foi nessa região que ele viveu a maior parte de sua vida. Por muitos nordestinos considerado como santo, encontra-se atualmente em processo de beatificação desde 31 de maio de 2003. Por dia, muitas cartas chegam ao Convento de São Félix, contando fatos de cura, milagre, que a ciência não consegue entender. Sua primeira missa foi nos arredores da cidade de Gravatá, em Pernambuco, na Capela de São Miguel, no Riacho do Mel. Em 27 de setembro de 1977, recebeu o título de Cidadão de Pernambuco e em 4 de maio de 1995, o título de Cidadão do Recife. Frei Damião ocupou-se em disseminar "as santas missões" pelo interior do Nordeste. "As santas missões" eram um tipo de cruzadas missionárias, de alguns dias de duração, pelas cidades nordestinas que arrastavam milhões de fiéis, dando comunhão, confessando e ralizando casamentos e batismos. Frei Damião de Bozzano faleceu no Hospital Português no Recife, e seu corpo está enterrado na capela de Nossa Senhora das graças, de quem era devoto, no Conto de São Félix, no bairro do Pina, no Recife. Na ocasião de sua morte, em 31 de maio de 1997, o governo de Pernambuco e a prefeitura de Recife decretaram luto oficial de três dias.

"Dédaca de 90" (Tecnologia-Telefones com Fichas/Aparelhos de som para Vinil)






















Telefones com Fichas e Aparelho de som para Vinil
As Fichas de Telefone
são fichas utilizada para fazer ligações de telefones públicos. Elas surgiram no Brasil nos anos 60. Seu diâmetro variava de 20mm a 30mm e eram fabricadas com ferro, latão,cobre,zamac, entre outros. Elas levavam o nome de sua companhia e região no verso e cada uma delas funcionavam em um tipo específico de telefone público. Devido a esse problema, em 1970, a CTB fez com que as fichas tivesses um padrão exclusivo para cada área de atendimento. Na mesma década -1970- Foram instituídos dos tipos diferentes de fichas para todo o território brasileiro: As de ligações interrurbanas que só fncionavam em telefones públicos azuis e as de ligações locais que funcionavam somente em telefones públicos vermelhos. No início dos anos 90, devido aos custos altos para manutenção, recolhimento das fichas nos telefones e também o vandalismo, a empresa Telebrás junto ao seu centro de pesquisa instituiu o uso dos famosos Cartões Telefônicos, eliminando de uma vez por todas as fichas telefônicas e proporcionando maior comodidade aos usuários do serviço.

O 3-em-1 (como é chamado), é um aparelho de som que possui rádio AM e FM estéreo, toca-discos e gravador cassete ou tape deck montados num único gabinete e um par de caixas acústicas separadas. No início da década de 1970 a Matsushita lançou através de sua marca National (atualmente a empresa usa a marca Panasonic) o primeiro modelo 3-em-1. Era um aparelho bastante simples mas tinha as características fundamentais deste tipo de aparelho. O conjunto reproduzia e gravava em estéreo (exceto o rádio AM). Em meados da década de 1980, os 3-em-1 evoluíram, mudando de design e de nome numa tentativa de dissociá-los da imagem de equipamentos baratos e populares. Os novos equipamentos tinham os mesmos módulos dos antigos 3-em-1, porém a aparência era a mesma dos equipamentos modulados quando empilhados. A partir do final da década de 1980 e início da década de 1990, a invenção do Compact Discs promoveu maior capacidade, durabilidade e clareza sonora, sem chiados, fazendo os discos de vinil serem considerados absoletos. Com a banalização dos discos compactos, a consecutiva banalização de gravadores de CD permitiu a qualquer utilizador de PC gravar os seus próprios CDs e substituindo assim o gravador de cassete e consequentemente o som 3-em-1.

quinta-feira, 22 de julho de 2010

"Década de 90" (Música-Legião Urbana)

Legião Urbana
Será

Legião Urbana foi uma banda brasileira de rock surgida em Brasília, ativa entre 1982 à 1996. Ao todo, lançaram dezesseis álbuns, somando mais de 20 milhões de discos vendidos. Ainda hoje, é o 3º maior grupo musical da gravadora EMI-Odeon em venda de discos por catálogo no mundo, com média de 250 mil cópias por ano. A banda foi formada em agosto de 1982 poucos meses após uma discussão de Renato Russo com sua antiga banda, "Aborto Elétrico". Com o fim da banda, Fê Lemos e seu irmão, Flavio Lemos, reunem-se com Dinho Ouro Preto e formam o "Capital Inicial". Para compor, Renato Russo se inspirava em bandas como "The Beatles, Ramones, The smiths, entre outras e no filósofo Jean-Jacques Rousseau (daí a inspiração para o nome artístico). A primeira apresentação do Legião Urbana aconteceu em 5 de setembro de 1982, no festival "Rock no Parque" em Patos de Minas, Minas Gerais. Em 23 de julho de 1983, a Legião faz no "Circo Voador", Rio de Janeiro, um concerto que mudaria a história da banda. Após a apresentação eles são convidados a gravar uma fita demo que resultaria no ano seguinte na gravação do primeiro álbum "Legião Urbana", lançado em 2 de janeiro de 1985. O álbum "Quatro Estações" de 1989 é considerado por muitos o melhor e mais inspirado trabalho do grupo, é o álbum mais vendido da Legião, com mais de 1,7 milhão de cópias. O último concerto da Legião urbana aconteceu em 14 de janeiro de 1995, na casa de apresentações "Reggae Night" em Santos/SP. O fim do grupo foi marcado pelo falecimento de seu líder e vocalista, Renato Russo, em 11 de outubro de 1996. A banda, ainda hoje é uma das recordistas de vendas de discos do Brasil, incluindo premiações da ABPD com discos de Diamante pelos álbuns Acústico MTV de 1999 e "Que país é este" de 1987.


"Tire suas mãos de mim, eu não pertenço a você;

Não é me dominando assim, que você vai me entender;

Eu posso estar sozinho, mas eu sei muito bem aonde estou;

você pode até duvidar, acho que isso não é amor;

Será só imaginação? Será que nada vai acontecer?

Será que é tudo isso em vão? Será que vamos conseguir vencer?

Nos perderemos etre monstros, da nossa própria criação;

Serão noites inteiras, talvez por medo da escuridão;

Ficaremos acordados, imaginando alguma solução,

prá que esse nosso egoísmo, não destrua nossa coração;

Será só imaginação? Será que nada vai acontecer?

Será que é tudo isso em vão? Será que vamos conseguir vencer?

Brigar prá quê? se é sem querer; quem é que vai nos proteger?

Será que vamos ter que responder pelos erros a mais eu e você?"

(Dado Villa-Lobos/Renato Russo/Marcelo Bonfá)

"Década de 90" (Cinema - Filmes)














Filmes


Filmes que foram sucesso na década de 90: Ghost "Do outro lado da vida", é um filme estadunidense de 1990, do gênero romance, dirigido por Jerry Zucker e com roteiro de Bruce Joel Rubin. Ganhou "Oscar" nas categorias de Melhor atriz coadjuvante (Whoopi Goldber) e Melhor Roteiro Original. Seus protagonistas foram, Patrick Swayze (San Wheat) e Demi Moore (Molly Jensen), o filme com base espírita, tratava da relação espiritual pós morte entre seres que se amam, deixando uma mensagem de amor no final "Só o Amor Levamos para a Eternidade" . Ainda em 1990, "Dança com Lobos" (Kevin Costner), Em 21 de março de 1994, o cineasta Steven Spilberg ganha 7 "Oscars" com o filme "A lista de Schindler" e 3 com "Parque dos Dinossauros". Em 1999, "Matrix" (Andy Wachowski), "Carlota Joaquina Princesa do Brasil" (Carla Camurati) 1995, "Central do Brasil" (Walter Sales) 1998, ganhador de vários prêmios: No Festival de Berlim -Alemanha, Globo de Ouro-EUA, além de outros, concorreu ao "Oscar" nas categorias de Melhor Filme Estrangeiro e Melhor Atriz, onde Fernanda Montenegrofoi a 1ª atriz Latino Americana a ser indicada para o "Oscar", o filme mostra a realidade do Brasil no final do século XX, caracterizando principalmente as condições de vida no subúrbio de uma cidade grande em um país subdesenvolvido. Em 1997, Titanic, filme estadunidense do gênero romance, drama e aventura, dirigido, escrito e co-produzido por James Cameron, baseado em fatos reais onde a narrativa volta ao dia 10 de abril de 1912, quando o Titanic deixa o porto de Southampton e afunda após bater num iceberg. É, atualmente o 2º filme de maior arrecadação em bilheterias da história do cinema, mas ficou em 1º lugar até o ano de 2010, quando perdeu para Avatar, também dirigido por James Cameron. Titanic faturou aproximadamente 1,8 bolhões de dólares em todo mundo. É considerado um dos filmes mais grandiosos da história do cinema, ele é grandioso em tudo, dos colossais e realistas cenários aos figurinos e roteiro emocionante. Recebeu 14 indicações ao Oscar, conseguindo vencer em 11 categorias, incluindo Melhor Filme e Melher Direção (James Cameron) .

"Década de 90" (Ciência-Ovelha Dolly)


Ovelha Dolly
Em 05 de julho de 1996 é realizado o primeiro processo de clonagem de um mamífero (Ovelha Dolly). Foi o primeiro mamífero a ser clonado com sucesso a partir de uma célula adulta. Dolly foi criada por investigadores do Instituto Roslin, na Escócia onde viveu toda a sua vida. O nome Dolly é uma referência aos seios da atriz Dolly Parton, pois dolly foi clonada a partir das células da glândula mamária de uma ovelha adulta com cerca de seis anos, através de uma técnica conhecida como transferência somática de núcleo. Os créditos pela clonagem foram dados a Ian Wilmut, mas este admitiu, em 2006, que Keith Campbell seria na verdade o maior responsável pela clonagem. Apesar das suas origens, Dolly teve uma vida normal de ovelha, e deu à luz dois filhotes, sendo cuidadosamente observada em todas as fases. Dolly foi abatida em fevereiro de 2003 para evitar a sua morte dolorosa por uma infecção pulmonar incurável. O seu corpo empalhado está exposto no Royal Museum of Scotland, em Edingurgo.

"Década de 90" (Televisão-Programas de Tv)


Sai de Baixo
Programas de TV que fizeram sucesso na década de 90: Os Trapalhões, Carga Pesada, Show da Xuxa, Tv Colosso, Domingão do Faustão, Rockgol, Casseta e Planeta, Aqui e Agora, Programa do Ratinho, Castelo Rá-tim-bum, Vídeo Show, Família Dinossauro, que foi um seriado de televisão estadunidense e apesar de ser concebida como um programa infantil, faz uma crítica bem humorada e uma sátira da sociedade e dos costumes da classe média. Produzido pela Disney em parceria com Jim Henson Productions, exibido no Brasil pela TV Bandeirantes entre 1991 e 1994 e Sai de Baixo. Sai de baixo foi uma sitcom brasileira escrita por Miguel Falabella, Maria Carmem Barbosa e Euclydes Marinho e exibida nas noites de domingo pela Rede Globo entre 31 de março de 1996 e 31 de março de 2002. O programa fez muito sucesso em seu início por ser diferente - era gravado em um teatro de São Paulo (o Procópio Ferreira), o que aumentava a interação com o público. O palco era a sala de estar de um apartamento, no qual havia um sofá, uma mesa próxima a cozinha, uma vista da região central de São Paulo e portas que davam para fora ou para os quartos. Luiz Gustavo era (Vavá o síndico e dono do apto.), Miguel Falabella era (Caco antibes, genro de Cassandra), Mariza Orth era (Magda Antibes, esposa de Caco e filha de Cassandra), Aracy Balabanian era (irmã de Vavá), Cláudia Jimenez era (Edileuza, empregada do apto. de Vavá) e Tom Cavalcante (Ribamar, porteiro do prédio). Na sua estréia, o programa conseguiu chegar a picos de 40 pontos de ibope, e liderar o horário. À medida que o tempo passava, o programa aumentava a sua audiência que chegava a picos de 57 pontos.

quarta-feira, 21 de julho de 2010

"Década de 90" (Personalidades - Tom Jobim)









Tom Jobim

Antônio Carlos Brasileiro de Almeida Jobim (Rio de Janeiro, 25 de janeiro de 1927 - Nova Iorque, 8 de dezembro de 1994), mais conhecido como Tom Jobim, foi um compositor, maestro, pianista, cantor, arranjador e violonista brasileiro. É considerado o maior expoente de todos os tempos da música brasileira pela Revista Rolling Stone, um dos criadores do movimento da bossa nova. É praticamente uma unanimidade entre críticos e público em termos de qualidade e sofisticação musical. É também o único artista Lusofóno na lista dos 500 melhores álbuns de sempre, de acordo com a Revista Rolling Stone. Nascido no bairro da Tijuca, Rio de Janeiro, Tom mudou-se com a família no ano seguinte para Ipanema, onde foi criado. A ausência do pai, Jorge de Oliveira Jobim, durante a infância e adolescência lhe impôs um contido ressentimento, desenvolvendo ao maestro uma profunda relação com a tristeza e o romantismo melódico, transferido peculiarmente para as construções harmônicas e melódicas. Aprendeu a tocar violão e piano em aulas, ente outros, com o professor alemão Hans-Joachim Koellreutter, introdutor da técnica dodecafônica no Brasil. Pensou em trabalhar como aquiteto, chegando a cursar o primeiro ano da faculdade e até a se empregar em um escritório, mas logo desistiu e decidiu ser pianista. Em 1956, musicou a pela "Orfeu da Conceição" com Vinícius de Moraes, que se tornou um de seus parceiros mais constantes. A consolidação da bossa nova como estilo musical veio com o "78 rotações" "Chega de Saudade", interpretado por João Gilberto, lançado em 1959, com arranjos de direção musical de Tom, selou os rumos que a música popular brasileira tomaria dali para frente. O sucesso fora do Brasil o fez voltar aos EUA em 1967 para gravar com um dos grandes mitos americanos, Frank Sinatra. Em 1963, compôs, com Vinícius, um dos maiores sucessos e possivelmente a canção brasileira mais executada no exterior: "Garota de Ipanema". Antônio Carlos Jobim era doutor "honoris causa" pela Universidade Nova de Lisboa / Faculdade de Ciências Socias e Humanas, por volta de 1991. Em 1992 foi enredo da Escola de Samba Estação Primeira de Mangueira. Seu último álbum, "Antônio Brasileiro", foi lançado em 1994, pouco antes da sua morte, em 8 de dezembro, de parada cardíaca.

segunda-feira, 19 de julho de 2010

"Década de 90" (Música-Mamonas Assassinas)


Mamonas Assassinas
Em 1995, surge o grupo musical Mamonas Assassinas, foi uma banda brasileira de rock cômico, com influências de gêneros populares tais como forró, sertanejo, além de heavy metal, rock progressivo, música Portuguesa e punck rock. Composta por Sergio Reoli, Mauricio Rinoto, Bento, Samuel e Dinho, os Mamonas Assassinas em seu único álbum de estúdio vendeu mais de 2 milhões de cópias no Brasil, graças ao sucesso de temas como "Pelados em Santos", "Robocop Gay","Vira vira" e "Mundo Animal", entroe outros, sendo certificado com Disco de Diamante em 1995, comprovados pela ABPD. Fenômeno de sucesso da década de 90 devido ao seu carisma e bom humor, têm suas carreiras encerradas em 2 de março de 1995, quando morrem, num acidente aéreo, todos os integrantes do grupo musical Mamonas Assassinas. Carreira fulminate de apenas 5 meses e 3 semanas, período em que vendeu quase, 2,3 milhões de cópias de um único disco com músicas irreverentes e debochados, o grupo, formado por jovens da classe C, ascendentes de Guarulhos, que conquistou multidões de crianças, adolescentes e adultos (com sucesso relâmpago)em todo país, tragicamente morrem, encerrando um sonho que estava apenas começando e causando no país todo muita comoção, dor e saudade. O enterro no dia 4 de Março fora acompanhado por mais de 65 mil fãs.

domingo, 18 de julho de 2010

"Década de 90" (Política - Luis Carlos Prestes)


















Luis Carlos Prestes

Luís Carlos Prestes (Porto Alegre, 3 de janeiro de 1898 - Rio de Janeiro, 7 de março de 1990) foi um militar e político brasileiro. Foi secretário-geral do Partido Comunista Brasileiro e foi companheiro e grande amor de Olga Benário. Filho de Antônio Pereira Prestes e Leocádia Pereira Prestes, formou-se no secundário no Colégio Militar e em Engenharia Militar pela Escola Militar do Realengo no Rio de Janeiro, em 1919, atual Academia Militar das Agulhas Negras. Foi engenheiro ferroviário na Companhia Ferroviária de Deodoro, como tenente, até ser transferido para o Rio Grande do Sul. Em outubro de 1924, já capitão, Luis Carlos Prestes liderou um grupo de rebeldes na região missioneira no Rio Grande do Sul, saindo de Santo Ângelo e se dirigindo para São Luiz Gonzaga onde permaneceu por dois meses aguardando munições que não veio. Aos poucos foi formando o seu grupo de comandados que vieram de várias partes da região. Na região sudoeste do estado do Paraná, o grupo se encontrou e juntou-se aos paulistas, formando o contigente rebelde chamado de Coluna Miguel Costa-Prestes, com 1500 homens, que percorreu por dois anos e cinco meses 25.000km. Impossibilitado de prosseguir por causa do cansaço e morte de vários homens, Prestes, apelidado de "Cavaleiro da Esperança", passa a estudar o Marxismo na Bolívia. Lá travava contato com os comunistas argentinos Rodolfo Ghioldi e Abraham Guralski, este último dirigente da Internacional Comunista (IC). Em 1930, retorna a Porto Alegre, clandestinamente onde chega a ter dois contatos com Getúlio Vargas. Convidado a comandar militarmente a Revolução de 30, recusa-se e muda-se para União Soviética a convite do país. por pressão do Partido Comunista da União Soviética, é aceito como filiado pelo PCB, em agosto de 1934. No Brasil, Prestes encontra o recém constituído movimento Aliança Nacional Libertadora (ANL), de cunho antifacista e antiimperialista, que congregava tenentes, socialistas e comunistas descontentes com o Governo Vargas. Tornou-se presidente de honra da ANL, mas em 1936, Prestes é preso, perde a patente de capitão e inicia uma pena de prisão que duraria nove anos. Sua companheira Olga Benário, grávida, é deportada e morre na câmara de gás no campo de concentração Nazista Ravensbruck. A criança, Anita Leocádia Prestes, nasceu na prisão na Alemanha, mas foi resgatada pela mãe de Prestes. Essa história foi contada no livro "Olga" de Fernando Morais (1985). Com o fim do Estado Novo, Prestes foi anistiado, elegendo-se senador. Foi Senador de 1946 a 1948. Assumiu a secretaria geral do PCB. Em 1951 conheceu sua segunda companheira, a pernambucana, Maria com quem teve sete filhos: João, Rosa, Ermelinda, Luiz Carlos, Zoia, Mariana e Yuri. Em 1954, Prestes teve mais uma vez sua prisão decretada, porém foi revogada por mandado judicial. Exilou-se na União Soviética no final dos anos 1960, regressando ao Brasil devido à anistia de 1979. Em 1997, foi lançado o documentário "Prestes, o Cavaleiro da esperança", em 1998, no centenário de seu nascimento, a escola de samba Acadêmicos do Grande Rio o homenageou em seu desfile com o enredo "Cavaleiro da Esperança". O escritor, Jorge Amado em prosa e verso retrata a saga da coluna Prestes em seu livro "O Cavaleiro da Esperança". Luis Carlos Prestes morreu em 7 de março de 1990, aos 92 anos de idade, com sua morte desapareceu uma personalidade que marcou por quase setenta anos a vida política brasileira.

"Década de 90" (Tecnologia-Windows e Google)



Tecnologia-Windows e Google


Em 24 de agosto de 1995 é lançado, pela Microsoft, o sistema operacional Windows 95, revolucionando o mercado de sistemas operacionais e passando a vir instalado por padrão com MS-DOS 7.0 (e não mais separado, como era antes), sendo o prindcipal lançamento da empresa na década de 90. O salto do Windows 3.1 para o windows 95 foi enorme e fez com que a Microsoft pulasse para ser a mais popular distribuidora de sistemas operacionais.

Em 27 de setembro de 1998 foi fundada a empresa Google. O projeto criado em 1996 foi chamado inicialmente de Backrup e surgiu devido à frustação dos seus criadores com os sites de busca da época e teve por objetivo construir um site de busca mais avançado, rápido e com maior qualidade de ligações. Brin e Page conseguiram seu objetivo e além disso, apresentaram um sistema com grande relevância às respostas e um ambiente extremamente simples. Uma das propostas dos criadores do Google era ter uma publicidade discreta e bem dirigida para que o utilizador perca o menor tempo possível, sem distrações.






"Década de 90" (Música-Rock in Rio II)


Rock in Rio II

A H A
Em 19 de janeiro de 1991 começa a segunda edição do festival musical Rock in Rio. A "Cidade do Rock" foi demolida por ordem do então governador do Rio de Janeiro, Leonel Brizola, logo após a sua primeira exibição, mas graças ao enorme sucesso do evento original, Roberto Medina, promoveu entre 18 e 26 de janeiro de 1991, o Rock in Rio II. A segunda edição do evento foi, porém, realizada no estádio de futebol do Maracanã, cujo gramado foi adaptado para receber o palco e os espectadores (700 mil pessoas em 9 dias de evento) que também puderam assistir ao evento das arquibancadas do estádio (por preço um pouco maiores do que aqueles do gramado). Para o Rock in rio II vieram ídolos do rock e pop internacionais como: Prince, JimmY Cliff, Guns N' Roses, New kids On The Block, George Michael, Aha, INXS, entre outros e nacionais artistas consagrados como: Engenheiro do Havaii, Titãs, Roupa Nova, Alceu Valença, Elba Ramalho, Capital Inicial, entre outros. Bandas de Rock e Pop Nacionais que fizeram sucesso na Década de 90: Titãs, Ira!, Capital Inicial, Paralamas do Sucesso, Kid Abelha, Sepultura, Skank, Engenheiros do Havaii, Nação Zumbi, Patu Fu entre outras. Bandas de Rock e Pop Internacionais que fizeram sucesso na Década de 90: Nirvana, U2, Dire Strait, Scorpions, Duran Duran, Guns N'Roses, A-ha, Iron Maiden, Green Day, entre outras.

AHA, banda norueguesa de Synthpop formada pelo vocalista Morten Harket, o guitarrista Paul Waaktaar-Savoy e o tecladista Magne Furuholmen. Após formarem o grupo em 1982, saíram da Noruega rumo a Londres com o objetivo de fazer uma carreira no mundo da música. Suas canções de maiores sucessos são: "Take On Me", "The Sun Always Shines On TV", Hunting High And Low", "Stay On These Roads", "You Are The One" e "Crying In The Rain". Estima-se que o single "Take On Me" vendeu entre 6 e 7 milhoes de cópias no mundo todo; chegou a ser número um na Billboard Hot 100 dos Estados Unidos e segunda colocada na parada musical da Grã-Bretanha. Em 1991 o grupo "AHA" coloca 198.000 pessoas no Maracanã em seu show no Rock in Rio II e entra para o Guinness Book. No dia 8 de Outubro de 2009, os integrantes do "AHA" anunciaram o fim definitivo da banda e em março de 2010 fizeram sua última turê na América do Sul.

"Década de 90" (Personalidades - Ana Paula Arósio)






Ana Paula Arósio

Ana Paula Arósio (São Paulo, 16 de julho de 1975) é uma atriz e modelo brasileira,. Um dos Rostos mais perfeitos e belos da televisão brasileira, quando completou 12 anos iniciou sua carreira, decidindo trabalhar como modelo, após ser descoberta por uma publicitária em um supermercado. Com o tempo, tornou-se uma das mais bem-sucedidas modelos do Brasil. Depois de estampar centenas de capas de revistas e protagonizar diversos comercias de televisão, partiu para a carreira de atriz, na qual estreou aos 18 anos, no filme ítalo-brasileiro Forever, do diretor Walter Hugo Khouri, com participação de Ben Gazzara. Aos 19 anos, aceitou o convite para fazer uma participação na novela Éramos Seis, em 1994, no SBT. Na emissora, trabalhou também em Razão de Viver, de 1996, e Os Ossos do Barão, de 1997. Nesse período, atuou na peça Batom, de 1995, e numa montagem de Fedra, de 1997. Seu desempenho nesse trabalho chamou a atenção do diretor Wolf Maya, que a convidou para protagonizar a minissérie Hilda Furacão, de 1998. Para o papel da prostituta que se apaixona por um jovem frade, o diretor queria alguém desconhecido do grande público. Porém, Ana ainda fazia parte do elenco de contratados pelo SBT. Um acordo entre as duas emissoras permitiu que a atriz vivesse a personagem, cujas cenas foram gravadas em apenas três meses. Com a estreia bem sucedida na Globo, foi lançada ao estrelato, obteve um maior reconhecimento do seu trabalho, foi bastante elogiada e recebeu diversos prêmios, entre eles o Melhores do Ano - Domingão do Faustão, na categoria Revelação do Ano.Seu primeiro trabalho como atriz exclusiva da TV Globo aconteceu no ano seguinte, em Terra Nostra, de 1999. Na trama, viveu a protagonista Giuliana, par romântico de Matteo, personagem de Thiago Lacerda. Em 2001, protagonizou a minissérie Os Maias, na pele de Maria Eduarda Maia. Em 2002, trabalhou na novela Esperança, quando viveu a jovem - e sua primeira vilã - a judia Camilli. Foi nesse ano que atuou na peça mais importante de sua carreira, Casa de Bonecas, em que além de atuar também despontou como produtora. Em 2004, encarnou Yolanda Penteado na minissérie Um Só Coração, produzida em comemoração aos 450 anos de fundação da cidade de São Paulo. Também nesse ano, ganhou o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante/secundária pelo filme Celeste & Estrela, no 3º Festival de Cinema de Varginha. Em 2005, voltou a fazer par romântico com Fábio Assunção, em uma produção da Globo, ao protagonizar a minissérie Mad Maria. Nesse mesmo ano, atuou no filme O Coronel e o Lobisomem. Sua primeira telenovela contemporânea veio em 2006, com Páginas da Vida. Até então, só havia trabalhado em produções de época. Em 2007, foi escolhida a nova garota-propaganda da marca Avon. Em 2008 viveu a sua primeira "mãe de mocinha" na novela Ciranda de Pedra, que é uma releitura da versão exibida em 1981. Em 2010, filmou o longa-metragem Como Esquecer e participa da minissérie Na Forma da Lei, que conta com outros fortes nomes, entre eles Luana Piovani e Márcio Garcia. Ganhou três vezes o Troféu Imprensa: na categoria Revelação do Ano, como Hilda de Hilda Furacão, em 1998; na categoria Melhor Atriz, como a italiana Giuliana de Terra Nostra, em 1999; e também como Melhor Atriz pela judia Camille de Esperança, em 2002.Em outubro de 2010, cotada para protagonizar a telenovela Insensato Coração, Arósio, segundo a Rede Globo, faltou as gravações da trama e foi desligada da produção. Em 20 de dezembro do mesmo ano, a atriz pediu demissão da Rede Globo e rescindiu o contrato, o que veio a público em 12 de janeiro de 2011. Em 2009 começou a namorar o arquiteto Henrique Pinheiro. Casou-se com ele, em uma cerimônia discreta, em seu sítio, no município de Santa Rita do Passa Quatro, a 253 quilômetros de São Paulo, no dia 16 de julho de 2010, quando fez 35 anos. Desde então, a atriz abandonou sua carreira e optou em viver reclusa no sítio. "Pode até ser que um dia eu decida voltar. Não sei... Mas, por enquanto, não penso em retomar o trabalho, não", declarou.Frequenta sessões com psicólogos, toma remédios para não menstruar e evitar problemas de cólicas e dores.